Amor Perfeito reserva três importantes acontecimentos que culminarão com a derrocada de Gilda (Mariana Ximenes). A vilã se verá encurralada na reta final da novela das seis da Globo, escrita por Duca Rachid, Julio Fischer e Elisio Lopes Jr.

Diogo Almeida como Orlando em Amor Perfeito
Diogo Almeida como Orlando em Amor Perfeito (reprodução/Globo)

A megera se verá em maus lençóis depois que Orlando (Diogo Almeida, foto acima) desvendar o assassinato de Lucília (Kênia Barbara). Além disso, ela vai cair numa arapuca de Marê (Camila Queiroz), ao mesmo tempo em que descobrirá que Leonel (Paulo Gorgulho) está vivo. A inesperada união de Orlando, Marê e Leonel vai acabar de vez com a malvada.

[anuncio_1]

Plano da mocinha

Amor Perfeito - Camila Queiroz e Mariana Ximenes
Camila Queiroz (Marê) e Mariana Ximenes (Gilda) em Amor Perfeito (Reprodução / Globo)

Gilda pensa que está por cima da carne seca. O êxito de todos os seus planos faz com que a vilã da novela das seis ganhe cada vez mais confiança e, com isso, ela acabará se tornando uma presa fácil nas mãos de Marê.

Isso mesmo! Os papéis vão se inverter e, agora, é chegada a vez de Marê enganar Gilda. A administradora sugeriu que Orlando se casasse com a ex-madrasta, tudo para que ele fique mais perto de Marcelino (Levi Asaf). E o plano sai melhor do que a encomenda.

Além de proteger o garoto das maldades da peste, Orlando também vai aproveitar a proximidade com Gilda para investigar a vilã. O médico vai acabar descobrindo a verdade sobre o assassinato de Lucília.

Crime vem à tona

Amor Perfeito - Kênia Bárbara
Kênia Bárbara como Lucília em Amor Perfeito (Fábio Rocha / Globo)

De acordo com o portal Notícias da TV, Orlando se casará com Gilda, mas não vai viver uma vida de casado com ela. O médico vai abrir mão da lua de mel para dormir com Marcelino. Depois, ele vai contratar um advogado que vai atrás de pistas quanto ao assassinato de Lucília.

Num encontro com Marê e Júlio (Daniel Rangel), Orlando conta que as investigações quanto à morte da prima avançaram.

“O meu advogado descobriu que o nome verdadeiro do sujeito que estava com ela no barco era Jair Queiroz, e que ele nunca foi engenheiro. Não sabemos se ele já conhecia a Lucília, acho que não. Pra mim, ele foi contratado para fazer o que fez! O advogado está tentando localizar o bandido, ou alguém próximo”, revela.

Marê fica feliz, já que acredita que as investigações chegarão a Gilda. Com isso, a mocinha terá uma munição para apontar que a madrasta também é responsável pela morte de seu pai, inocentando-a.

[anuncio_3]

Leonel está vivo

Amor Perfeito - Paulo Gorgulho
Paulo Gorgulho como Leonel em Amor Perfeito (Reprodução / Globo)

Mas a pá de cal que deve surpreender Gilda é mesmo a volta de Leonel. O dono do Grande Hotel Budapeste não morreu na noite em que levou um tiro de sua própria esposa. Ele foi salvo por Hermínia (Adriana de Broux), enfermeira que foi amante de Leonel, e seu sobrinho, que é médico. Ambos forjaram a morte do pai de Marê.

Nesse tempo todo, Leonel passou a ser mantido em cárcere privado por Hermínia. No entanto, nos próximos capítulos de Amor Perfeito, ele será levado desmemoriado para a Irmandade dos Clérigos de São Jacinto, onde será acolhido pelos padres e freis.

Chamado de padre Toledo, a misteriosa figura que usa uma máscara para cobrir o rosto, se tornará amigo de Marcelino, sem saber que o garoto é seu neto. É ali onde Leonel será escondido até ter condições de, finalmente, reaparecer, desmascarar Gilda e inocentar Marê de vez.

Compartilhar.
Avatar photo

André Santana é jornalista, escritor e produtor cultural. Cresceu acompanhado da “babá eletrônica” e transformou a paixão pela TV em profissão a partir de 2005, quando criou o blog Tele-Visão. Desde então, vem escrevendo sobre televisão em diversas publicações especializadas. É autor do livro “Tele-Visão: A Televisão Brasileira em 10 Anos”, publicado pela E. B. Ações Culturais e Clube de Autores. Leia todos os textos do autor