Filhos de Nicette Bruno emocionam com corrente de fé e esperança pela recuperação da atriz - TV História

Filhos de Nicette Bruno emocionam com corrente de fé e esperança pela recuperação da atriz

Whatsapp

Os casos de Covid-19 estão aumentando assustadoramente e cada vez mais chegam notícias de internações de conhecidos, próximos ou amigos de amigos, ou pessoas que admiramos, famosos ou não.

Infelizmente, o ator Eduardo Galvão foi mais uma vítima e nos deixou nesta terça (8). Neste mesmo dia, recebemos a notícia de que Marco Ricca está internado há quase uma semana na UTI de um hospital no Rio. Seguem internados com a doença a atriz Marieta Severo e o cantor Genival Lacerda.

Um caso tem mobilizado as redes sociais: o da atriz Nicette Bruno, de 87 anos, internada desde o último dia 29. Seu quadro ainda é considerado delicado. De acordo com o boletim médico desta terça, da Casa de Saúde São José, no Rio de Janeiro, a atriz está “sedada, intubada, dependente de ventilação mecânica e realizando hemodiálise”.

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE


Frente a isso, os filhos de Nicette – Bárbara, Beth e Paulo Goulart Filho – têm vindo a público em suas contas nas redes sociais (principalmente Instagram) para relatar diariamente o estado da mãe e pedir uma corrente de orações, independentemente da religião de cada um.

Beth Goulart faz convites emocionantes para que as pessoas orem por Nicette, diariamente, às 18 horas. Cada mensagem repercute muitos comentários de empatia e força para Nicette Bruno. Nos stories, são várias as mensagens de fé e resiliência, deles, de outros parentes ou amigos e fãs.

É uma corrente bonita e confesso que sempre fico emocionado com as palavras de Beth, que vão além dos pedidos por oração e dos agradecimentos. São mensagens de força, perseverança, e da importância da união, em um momento tão triste para milhões de brasileiros, doentes, seus parentes e amigos.

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE


Ainda mais agora, em dezembro, com o aumento vertiginoso de casos, às vésperas do Natal e do ano que se inicia com a esperança de cura para 2021.

SOBRE O AUTOR
Desde criança, Nilson Xavier é um fã de televisão: aos 10 anos já catalogava de forma sistemática tudo o que assistia, inclusive as novelas. Pesquisar elencos e curiosidades sobre esse universo tornou-se um hobby. Com a Internet, seus registros novelísticos migraram para a rede: no ano de 2000, lançou o site Teledramaturgia, cuja repercussão o levou a publicar, em 2007, o Almanaque da Telenovela Brasileira.

SOBRE A COLUNA
Um espaço para análise e reflexão sobre a produção dramatúrgica em nossa TV. Seja com a seriedade que o tema exige, ou com uma pitada de humor e deboche, o que também leva à reflexão.



Leia também