Estrela de Chacrinha saía com homens por dinheiro: “Foi por necessidade”

Whatsapp

Índia Potira é uma das chacretes mais cultuadas pelos fãs das atrações de Abelardo Barbosa, o Chacrinha. Ela, que viveu o auge da fama ao lado do Velho Guerreiro, passou por inúmeras dificuldades, relacionadas à prostituição, ao vício em drogas e à saúde.

Cassino do Chacrinha

Nascida no Rio de Janeiro, em 1948, Glória Maria Aguiar da Silva sonhava em ser dançarina. Com apenas 14 anos, porém, ela já era casada e mãe. O ingresso nos programas de Chacrinha se deu em 1969, ao lado de outras bailarinas famosas.

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE

Ela, assim como Vera Furacão, Rita Cadillac, Gracinha Copacabana, Estrela Dalva e Cléo Toda Pura, tornou-se uma das mulheres mais desejadas daquele tempo.

Leia mais

Amor à Vida

Sobre este período, Índia Potira afirmou ao documentário Alô, Alô Terezinha (2009) que muitas de suas colegas se prostituíam e cheiravam cocaína com os artistas. Ela também enveredou por tais caminhos…

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE

Trajetória marcada por crimes

Índia Potira

Apaixonada pelo traficante Toninho, Potira chegou a ser presa três vezes; uma delas, por facilitar a fuga do namorado e de mais 11 detentos. Ela ficou detida por quatro anos por conta da associação ao crime, saindo da cadeia no final da década de 1990 e passando a trabalhar como auxiliar de serviços gerais.

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE

Índia Potira não hesita em falar do passado. Ela relatou em entrevista ao extinto Domingo Show, da Record TV, em setembro de 2014, que saiu com homens por causa de dinheiro:

“Eu vou falar porque a minha vida é um livro aberto. Na época de chacrete, saí com homens para ganhar dinheiro. Foi por necessidade. A gente tinha uma pessoa que ajudava, mantinha”.

Na mesma matéria, ela falou sobre a relação com as drogas.

“Aos 30 anos, me apaixonei por um bandido e usei maconha, cocaína. (Mas) Sempre tive recaídas. Usei drogas pela última vez não tem muito tempo, não por causa de problemas em família, em casa. Foi uma recaída. Não sou hipócrita”, decretou.

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE

Luta contra o câncer e recuperação

Índia Potira

Em 2010, a dançarina teve que se afastar do trabalho por causa de um câncer. Além de perder um dos seios, ela sofreu com o tratamento, que fez com que seus dentes se deteriorassem. Foi o que Potira contou à atração de Geraldo Luís:

“Minha vida não está lá essas coisas, mas graças a Deus eu tenho saúde. Olha, em 2010, eu tive câncer, fiquei sem o cabelo, caiu tudo, tirei um seio. Fiz quimioterapia. Foi brabo. E agora estou aqui. Olha o que já passei na minha vida”.

Recuperada, ela foi convidada para fazer uma participação como ela mesma na novela Amor à Vida, de Walcyr Carrasco, transmitida pela Globo em 2013, contracenando com Tatá Werneck e Elizabeth Savala – que vivia uma ex-chacrete na trama.

Hoje em dia, Índia Potira vive em uma casa no Morro da Babilônia, zona sul do Rio de Janeiro. A bailaria tem duas filhas, Cláudia Maria e Consuelo Maria.

Whatsapp


Leia também