Endividada e sem receber, Regina Duarte foi salva da falência pela Globo

Uma das maiores estrelas da televisão construiu sua carreira na emissora, de quem recebeu ajuda em duas oportunidades

Whatsapp

Uma das maiores estrelas da televisão brasileira, Regina Duarte construiu sua carreira na Globo, emissora de onde saiu em 2020 para assumir um cargo no governo de Jair Bolsonaro. Por conta do rompimento, atualmente o canal costuma ignorar a existência da atriz.

Regina Duarte
Regina Duarte

Mas, no passado, a Globo salvou Regina Duarte em duas ocasiões. Numa delas, o canal livrou a atriz da falência. Em outra, a aceitou de volta após uma rápida saída e lhe entregou uma das principais personagens de sua trajetória.

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE

Falência

Cláudio Marzo e Regina Duarte em Véu de Noiva
Cláudio Marzo e Regina Duarte em Véu de Noiva

Regina Duarte estreou em novelas em 1965 na TV Excelsior, a convite do diretor Walter Avancini. Ela participou de inúmeras produções da emissora que ficou no ar durante apenas dez anos, mas deixou seu nome na história da teledramaturgia brasileira. Porém, em seus momentos finais, a emissora se afundava numa grave crise financeira.

Isso afetou os artistas, que começaram a ter seus salários atrasados. Regina Duarte, que estava no elenco da novela Dez Vidas como Pompom, foi uma das estrelas do canal que se prejudicou por conta da falta de pagamento.

Leia mais

José Bonifácio de Oliveira Sobrinho, o Boni, então diretor geral da Globo, já estava de olho em Regina Duarte para protagonizar Véu de Noiva. Sabendo da crise da Excelsior, ele acenou com uma ótima oferta para que a atriz deixasse o canal rumo à líder de audiência, mas ouviu um “não” como resposta.

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE

Insistência

 

Em O Livro do Boni, o ex-todo poderoso da Globo deu detalhes da negociação. Ele disse que se reuniu com a atriz, mas Regina Duarte negou o convite porque não queria mudar de São Paulo para o Rio de Janeiro. Na época, a atriz queria cursar jornalismo e estava montando sua casa para se casar.

Porém, o diretor insistiu e mostrou a ela a sinopse de Véu de Noiva. Regina gostou, mas contou que não teria coragem de abandonar a novela Dez Vidas antes de seu final. Porém, Boni sabia que a Excelsior estava atrasando salários e que, portanto, o contrato da atriz já não tinha validade.

Regina Duarte ficou abalada com a proposta e até teve febre de 40º, o que a impossibilitou de voltar às gravações da novela no dia seguinte. A atriz, então, revelou à direção da Excelsior que havia recebido uma proposta da Globo e que não sabia o que fazer.

Diante disso, a Excelsior a liberou para trocar de canal. Regina, então, procurou Boni e fez suas exigências.

“‘Olha, Boni. Para ir, eu preciso de duas passagens semanais. Como te falei, estou recém-casada. Meu marido precisa ir comigo. Mesmo morando em São Paulo, preciso de um lugar para ficar no Rio. E, desculpe, não quero começar criando dificuldades, mas também preciso de algum dinheiro adiantado para pagar minhas contas’, pediu – ela havia montado uma casa e estava devendo prestações de móveis, geladeira, fogão e muito mais”, relatou Boni, que topou na hora.

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE

Retorno

Lima Duarte e Regina Duarte em Roque Santeiro
Lima Duarte e Regina Duarte em Roque Santeiro

Assim, Regina Duarte estreou na Globo em Véu de Noiva e se tornou uma das maiores estrelas do canal. Ela fez ainda vários outros trabalhos marcantes, como Irmãos Coragem, Minha Doce Namorada, Selva de Pedra e Carinhoso, além da revolucionária série Malu Mulher.

No entanto, em 1984, a atriz deixou a Globo para embarcar na produção independente Joana, série produzida pela Art Vídeo, de Guga de Oliveira – irmão de Boni. A produção, escrita por Manoel Carlos, era uma espécie de “nova Malu Mulher”, e foi exibida originalmente pela TV Manchete.

Porém, por conta da baixa audiência e da falta de anunciantes, a Manchete cancelou a exibição de Joana após o quarto episódio. Com isso, a produção migrou para o SBT, onde foi exibida até meados de 1985, igualmente sem êxito.

Na época, a Globo teria ficado incomodada com a saída de Regina Duarte. Mas, como sua empreitada não deu certo, a emissora a convidou para voltar, oferecendo à atriz o papel de viúva Porcina em Roque Santeiro (1985). Com isso, a Globo “salvou” Regina Duarte pela segunda vez.

“Fiquei um ano esperando ser chamada e já começando a ficar angustiada. A gente quer trabalhar, é o nosso oxigênio. Estava profundamente angustiada, quase entrando em depressão, quando o Daniel Filho me chamou para ter uma conversa com ele e o Boni. E me ofereceram o papel da Viúva Porcina”, relembrou, em participação no Altas Horas, em 2013.

Whatsapp


Leia também