Em estado terminal, artista da Globo se foi pouco antes de voltar a atuar

Estrela da TV atuou em inúmeras produções, mas não teve chance de voltar ao ofício

Whatsapp

Frederica Isabel Iatti Ribeiro, mais conhecida como Isabel Ribeiro, foi uma das grandes atrizes brasileiras a emprestar o seu talento para engrandecer o cenário cinematográfico, teatral e televisivo.

Duas Vidas - Isabel Ribeiro e Stepan Nercessian
Isabel Ribeiro e Stepan Nercessian em Duas Vidas (Divulgação / Globo)

A artista que debutou na TV em Toninho On The Rocks, trama exibida pela extinta TV Tupi em 1970, brilhou durante toda essa década e também na seguinte. Um dos seus trabalhos marcantes foi na novela Duas Vidas, em que contracenou com Stepan Nercessian.

Contudo, em 1987, iria ao ar a sua última participação nas telenovelas em Helena, baseada no romance de Machado de Assis e realizada pela extinta TV Manchete. A famosa morreria apenas três anos depois de seu afastamento por causa de um câncer terminal. Na época, ela planejava voltar a atuar e já tinha engatilhado um novo espetáculo teatral. Mas não houve tempo.

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE

Quais os principais trabalhos de Isabel Ribeiro?

Champagne - Isabel Ribeiro
Isabel Ribeiro em Champagne (Reprodução / IMDB)

Estreando na Globo em 1974 para atuar em O Rebu, Isabel Ribeiro passou toda a década na emissora. Por lá, participou de tramas como O Amor é Nosso! (1981), Sol de Verão (1982), Parabéns Pra Você (1983) Champagne (1983) e Anarquistas, Graças a Deus (1984).

Leia mais

No mesmo ano em que gravava Helena (1987) na Manchete, aquela que seria a sua despedida da televisão, Isabel Ribeiro descobriu um tumor no seio, precisando passar por uma cirurgia em 1988.

De início a global se recuperou e parecia curada da doença, mas pouco tempo depois o tumor voltou por causa de uma metástase e a tirou dos holofotes.

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE

Isabel Ribeiro morreu sem realizar seu maior sonho

Duas Vidas - Isabel Ribeiro e Stepan Nercessian
Isabel Ribeiro e Stepan Nercessian em Duas Vidas (Reprodução / IMDB)

Fora da TV, ela tentava retomar a carreira nos teatros. Segundo a revista Contigo! de 24 de agosto de 1989, Isabel estrearia um espetáculo fazendo uso de cadeira de rodas, a qual já usava há cerca de um ano, já que naquela época o câncer havia chegado até a sua coluna.

O projeto era grandioso: um recital estrelado e dirigido por ela mesma, que percorreria o país declamando poesias de nomes como João Cabral de Mello Neto, Cecília Meirelles e Carlos Drummond de Andrade.

“Sinto-me muito bem, o que faz aumentar minha necessidade de voltar à cena”, disse à publicação. “Vou colocar em prática um projeto que tenho há mais de dez anos”, revelou.

“Sempre soube que poderia controlar a doença”, declarou. “E isso ficou claro ainda quando deixei de fazer as sessões de quimioterapia. Comecei a me sentir mais forte, com muita vontade de me aventurar em novos trabalhos”, completou. Mas a vida tinha outros planos.

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE

Como morreu a atriz Isabel Ribeiro?

Isabel Ribeiro
Isabel Ribeiro (Reprodução / IMDB)

Isabel Ribeiro morreu em 13 de fevereiro de 1990 em Jundiaí (SP), aos 48 anos, vítima de insuficiência respiratória em razão da metástase de um câncer de mama.

O óbito deu-se menos de seis meses depois de revelar que regressaria aos palcos. Assim, o último trabalho dela acabou sendo mesmo a novela Helena.

Um ano antes, ela participou de Aos 50 Anos Ela Descobriu o Mar, aquela que seria a sua última peça teatral, falecendo sem que tirasse o tão sonhado projeto de recital do papel.

Além de diversos êxitos na televisão nacional, como Duas Vidas (1976), de Janete Clair, Isabel Ribeiro escreveu o seu nome na arte cênica nacional emplacando também diversos filmes e peças de teatro. Além de fãs, ela deixou três filhos que teve com o marido, o também ator Altair Lima.

Whatsapp


Leia também