Em 1979, Globo desperdiçou talento de Golias copiando série americana - TV História

Em 1979, Globo desperdiçou talento de Golias copiando série americana

Whatsapp

Pouco conhecida no Brasil, a série norte-americana Mork & Mindy, que marcou a estreia de Robin Williams na televisão, teve uma versão nacional produzida pela Rede Globo e estrelada por Ronald Golias em 1979. Super Bronco, no entanto, não foi bem-sucedida, ao contrário da trama original.

A produção marcava a volta de Golias à televisão após alguns anos do estrondoso sucesso de Família Trapo, no final dos anos 1960, na Record. Nesse período, o humorista teve um programa próprio na própria Record, Bronco Total, outro na TVS, do Rio de Janeiro, e fez participações na reedição da Praça da Alegria na Globo, em 1977.

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE


Exibido nas tardes de domingo, Super Bronco estreou no dia 6 de maio de 1979 e foi recebida com expectativa pela mídia especializada, já que era o primeiro programa próprio de Golias na Globo. A adaptação da história ficou a cargo do grande parceiro de Golias, Carlos Alberto de Nóbrega, ao lado de Lula Torres. A direção foi de Herval Rossano.

O humorista não passava por um bom momento. “Golias passou por uma fase ruim, quando participou dos primeiros programas humorísticos – frustrados – dos Studios Silvio Santos e quando foi obrigado a viver só de shows pelo interior do Brasil”, informava a Folha de S. Paulo do dia da estreia do programa.

Desta vez, Carlos Bronco Dinossauro vivia um extraterrestre do planeta Work, cujos habitantes viviam em um planeta muito avançado e sem emoções. A exceção era, justamente, Bronco, que não gostava de trabalhar e vivia aprontando gracinhas com seus superiores. Desta forma, ele é castigado a vir à Terra, um planeta muito mais atrasado que o seu, e investigar os costumes de seus habitantes.

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE

É exatamente a mesma história de Mork & Mindy, que estreou em 14 de setembro de 1978, pela rede ABC. Mork (Williams) vem à Terra diretamente do planeta Ork, numa nave especial em formato de Ovo – mesmo expediente usado por Bronco. Por aqui, a produção foi exibida rapidamente na faixa Nick at Nite, do canal Nick, na primeira década dos anos 2000.

Na Terra, Mork é acolhido por Mindy (Pam Dawber), que se transformou em Toty no Brasil, personagem de Liza Vieira. Um dos principais cenários das duas séries era a loja de discos da família da moça. O pai dela era Conrad Janis nos EUA e Rogério Fróes no Brasil. Ainda existia a tia, Elizabeth Kerr no original e Cirene Tostes na versão tupiniquim.

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE

Nas duas produções, o extraterrestre tinha superpoderes, como controlar eletrodomésticos à distância, paralisar pessoas, entre outras coisas do gênero. Somente Mindy / Toty conheciam a verdadeira identidade de Mork / Bronco, o que causou inúmeras confusões. Ambos também faziam uma saudação colocando as mãos na orelha.

Na época, por não ser conhecida no Brasil, Mork & Mindy não foi citada como inspiração de Super Bronco. Os veículos pensaram que o seriado bebia da fonte do filme Superman (1978), que fez muito sucesso. A Rede Globo, inclusive, não faz menção ao seriado original no site do projeto Memória Globo.

Super Bronco não obteve grande repercussão e saiu do ar em 25 de outubro de 1979. Golias voltaria a fazer sucesso em 1987, novamente com o personagem Bronco, no seriado homônimo produzido pela Band.

Whatsapp


Leia também