Ela e os passarinhos: o que aconteceu com Yara Cortes, a Dona Maroca de A Viagem? - TV História

Ela e os passarinhos: o que aconteceu com Yara Cortes, a Dona Maroca de A Viagem?

Whatsapp

Odete Cipriano Serpa era o nome verdadeiro de Yara Cortes, que nasceu em 22 de setembro de 1921, no Rio de Janeiro (RJ).

De família rica, foi criada em um internato, onde mostrou vocação para o teatro desde jovem. Antes disso, porém, ela serviu como enfermeira do Exército Brasileiro em Parnamirim (RN) durante a Segunda Guerra Mundial, e também trabalhou como aeromoça.

A carreira artística veio em 1938, quando entrou na Companhia de Teatro Dulcina. A partir daí, fez diversos espetáculos. No cinema, iniciou sua trajetória em 1939; na televisão, em 1951, no Grande Teatro Tupi.

Yara morou nos Estados Unidos entre 1965 e 1969. Quando voltou, atuou em sua primeira novela: Os Acorrentados, da Record.

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE


Depois disso, ingressou na Globo em 1971, em Minha Doce Namorada, e fez diversas tramas na emissora, com inúmeros papeis de destaque.

Entre eles, podemos destacar Bubu, de O Rebu (1974), Carolina, de O Casarão (1976), Dona Xepa, da novela homônima (1977), Madame Clô, de Marron Glacê (1979) e Júlia Spina, de Ti Ti Ti (1985).

Depois de atuar em Roda de Fogo (1986), Mandala (1987), Pacto de Sangue (1989), Top Model (1989), Mico Preto (1990) e Felicidade (1991), outro importante papel veio em 1994, quando foi a Dona Maroca no remake de A Viagem, que atualmente está sendo exibido pelo Viva.

Em 1995, fez sua última novela, História de Amor, onde viveu a personagem Olga.

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE


Seus últimos trabalhos foram em episódios do Você Decide, ainda na Globo, em 1998 e 1999.

A atriz não teve filhos e morou durante anos em um pequeno apartamento em Copacabana, no Rio, onde criava dezenas de passarinhos.

Ela tinha câncer de pulmão e morreu em 17 de outubro de 2002, aos 81 anos, vítima de insuficiência respiratória, sendo sepultada no Cemitério São João Batista.



Leia também