Disputa: 5 novelas brigam para substituir Mulheres de Areia na Globo

Emissora analisa quais títulos seriam capazes de manter a boa fase do horário

Whatsapp

A Edição Especial de Mulheres de Areia (1993) nas tardes da Globo deve ficar no ar até março. Mas, desde já, são muitas as especulações sobre a trama que substituirá o clássico de Ivani Ribeiro na faixa das 14h40 da emissora.

Liliana Castro como Luna em Alma Gêmea
Liliana Castro como Luna em Alma Gêmea (divulgação/Globo)

A direção da Globo já analisa alguns títulos que seriam capazes de manter a boa audiência da saga das gêmeas Ruth e Raquel, vividas por Gloria Pires. Por enquanto, Alma Gêmea (2005) desponta como favorita para a missão, mas outras quatro tramas brigam pela vaga.

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE

Que novela substituirá Mulheres de Areia na Globo?

A Viagem - Christiane Torloni e Guilherme Fontes
Christiane Torloni e Guilherme Fontes em A Viagem (Divulgação / Globo)

A Globo analisa cinco títulos para definir a trama que substituirá Mulheres de Areia a partir de março na faixa Edição Especial. O slot, criado em 2021 com o repeteco de O Cravo e a Rosa (2000), prioriza tramas das seis e sete.

A Viagem, outro clássico de Ivani Ribeiro, considerada por muitos a novela ideal para ocupar a vaga, está fora do páreo. Um dos maiores sucessos da história da Globo, a produção espírita completa 30 anos em 2024, mas terá a efeméride comemorada em nova reprise no canal Viva.

Leia mais

O folhetim teria esbarrado na ordem de Amauri Soares, diretor dos Estúdios Globo, que teria vetado a produção e a reprise de tramas espíritas para não afugentar o público evangélico. Porém, a ordem pegou muito mal e a Globo tratou de negar qualquer orientação nesse sentido, o que pode abrir caminho para outra trama muito cotada.

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE

Trama espírita

 

Sem A Viagem, Alma Gêmea, grande sucesso escrito por Walcyr Carrasco e que trata de reencarnação, se torna a maior candidata a suceder Mulheres de Areia nas tardes da Globo.

Pesa a favor da produção o fato de ser uma obra de Carrasco, um autor cujas reprises sempre dão muito certo. Tanto que a faixa Edição Especial das 14h40 foi aberta justamente por duas novelas do autor, O Cravo e a Rosa e Chocolate com Pimenta (2003), que ampliaram a audiência do horário.

Alma Gêmea bateu recordes de audiência em sua primeira exibição, em 2005. O folhetim anotou média geral de 39 pontos, tornando-se a maior audiência do horário das seis da década de 2000 e do século 21. Suas reprises também não decepcionaram.

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE

Escolhas arriscadas

Cheias de Charme - Isabelle Drummond, Leandra Leal e Taís Araujo
Isabelle Drummond, Leandra Leal e Taís Araujo em Cheias de Charme (Reprodução / Globo)

Além de Alma Gêmea, a Globo também estaria considerando Cabocla (2004), Caras & Bocas (2009) e Cheias de Charme (2012) para a faixa das 14h40. Seriam escolhas mais “arriscadas”, cujo sucesso não é garantido.

Destas três, Cabocla seria a escolha com menor risco de dar errado. A trama é uma típica história rural de Benedito Ruy Barbosa, o que costuma agradar a audiência. Além disso, é uma história romântica, que combina com o horário.

Caras & Bocas e Cheias de Charme seriam “novidades” em um horário que, até aqui, só exibiu sucessos das seis. Ambas fizeram um enorme sucesso na faixa das 19 horas em suas exibições originais, mas são histórias mais focadas no humor, bem diferentes das tramas já mostradas na Edição Especial. Isso poderia provocar certa estranheza no público.

Cheias de Charme, no entanto, ficaria para depois, já que a Globo quer reestrear a novela junto com o filme que vem sendo prometido há anos.

Nessa semana, surgiu uma nova candidata, de acordo com o site Notícias da TV. Trata-se de Quatro por Quatro, novela de Carlos Lombardi que fez grande sucesso na faixa das sete em 1994. A trama corre por fora, mas não pode ser descartada entre as favoritas.

Agora, resta esperar. A decisão deve sair ainda em janeiro, ou, no mais tardar, no início de fevereiro.

Whatsapp


Leia também