Diretor da Globo detonou artistas da emissora: “Metade não tem talento”

Whatsapp

Se muita gente reclama do estrelismo de alguns artistas da televisão nos dias atuais, a situação não era muito diferente há algumas décadas.

Moacyr Deriquem

Então diretor do departamento de elenco da Globo, Moacyr Deriquém disparou contra muitos de seus comandados em 1981.

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE

Com 55 anos na época, ele comandava o elenco global desde 1977, com “simpatia contagiante e a necessária pitada de diplomacia”, como descreveu a Folha da Tarde de 1º de novembro daquele ano.

Deriquém explicou que sua função na emissora era apenas burocrática.

“Uma vez escolhido o elenco, eu faço o contato com os atores, vejo se eles estão ou não interessadas pelo trabalho, discuto salários, coisas assim”, detalhou.

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE

Faixas renegadas

Ele também enfatizou que os artistas relutavam em aceitar papeis em determinadas faixas.

“Muitas vezes, nós convidamos os atores para fazer a novela das seis ou das sete horas e eles relutam um pouco, porque, na verdade, só querem fazer a novela das oito”, contou.

“Alguns atores, que eu chamo de coitadinhos, só porque apareceram na capa de uma revista, querem até botar banca”, continuou. “Aqui na Globo, 50% dos atores são estrelas de verdade, têm mesmo talento, e os outros 50% só tem estrelismo”, disparou.

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE

Artistas talentosos

Fernanda Montenegro

É claro que não existiam apenas exemplos ruins. Deriquém não quis citar quem dava trabalho, mas ressaltou outros colegas.

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE

“Os ‘estrelas’ eu prefiro não citar; mas os talentosos são muitos. A Fernanda Montenegro, a Tônia Carrero, a Glória Menezes e o Tarcísio Meira, por exemplo, são tão talentosos que até poderiam ser estrelas. Mas, pelo contrário, são extremamente simples. São ótimos”, exclamou.

A reportagem pediu para o diretor definir um bom ator, o que ele fez:

“Não é só aquele que tem talento. É preciso que cumpra com todas as obrigações, que decore os textos, que chegue na hora e que não fique reclamando qualquer coisa”.

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE

Aposentadoria e morte

Moacyr Deriquem

Deriquém permaneceu mais algum tempo comandando o departamento da Globo.

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE

Depois disso, continuou fazendo trabalhos pontuais nas produções da casa, como em Deus nos Acuda, Anos Rebeldes e Mulheres de Areia. Seu último trabalho na telinha ocorreu em 1995, em um episódio do Você Decide.

Moacyr Deriquém morreu em 13 de abril de 2001, aos 74 anos. Ele foi encontrado morto em seu apartamento em Copacabana, no Rio de Janeiro, onde morava sozinho.

O profissional tinha problemas cardíacos e havia sido internado 15 dias antes.

Whatsapp


Leia também