Saia justa: o dia em que a Globo obrigou Xuxa a rever o pai

Saia justa: o dia em que a Globo obrigou Xuxa a rever o pai

Whatsapp

Quem tem mais de 35 anos certamente foi um “baixinho da Xuxa” e curtiu o Xou da Xuxa, que entrou no ar em 1986 e marcou as manhãs da Globo, transformando a apresentadora em um dos rostos mais importantes da história da nossa televisão.

Nos anos 1980, os programas de auditório infantis eram uma febre. Xuxa, Mara Maravilha, Angélica, Bozo e Sérgio Mallandro, entre outros apresentadores, faziam a festa da criançada com desenhos e muitas brincadeiras no palco. Mas a fórmula foi se esgotando e era hora de botar um ponto final nesse tipo de atração.

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE

Depois de seis anos de grande sucesso, o Xou da Xuxa sairia do ar no último dia do ano de 1992, com um programa especial com mais de duas horas de duração, mostrando como a atração era montada e relembrando os tempos áureos, com abraços e lágrimas de muitos convidados.

A produção do programa preparou uma surpresa para Xuxa e trouxe, dos Estados Unidos, J. Silvestre, apresentador que fez história na televisão brasileira com O Céu é o Limite, programa de perguntas e respostas, e o quadro Esta é a Sua Vida, exibido dentro do Show Sem Limite, que homenageava um convidado contando sua história e trazendo seus amigos e parentes ao palco.

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE

Imaginando que J. Silvestre levaria ao palco um garoto que responderia tudo sobre o Xou da Xuxa nos moldes de O Céu é o Limite, a rainha dos baixinhos foi pega de surpresa quando ouviu a célebre frase: “Xuxa, esta é a sua vida!”.

Durante o quadro, a apresentadora recebeu parentes, amigos de infância, colegas de trabalho, diretores, e muitas pessoas que fizeram parte de sua vida e de sua carreira.

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE

Mas o momento mais forte – e também o mais embaraçoso -, foi quando Luiz Floriano Meneghel, pai da apresentadora, apareceu no palco. Xuxa não falava com o pai havia alguns anos pelo fato de ele ter se envolvido com outra mulher enquanto ainda era casado com sua mãe, Alda Meneghel.

Ela não tinha perdoado essa situação e se afastou do pai. Quando ele entrou no palco, Xuxa começou a chorar e mal o abraçou, mostrando o constrangimento da situação.

Em entrevista ao Jornal do Brasil, Marlene Mattos, diretora do programa, disse que a ideia foi dela. “A ideia de trazer o pai dela foi minha, não a transfiro para ninguém, mas acho que um dia Xuxa vai me agradecer”, declarou.

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE

Na época, a apresentadora não quis falar sobre o fato, alegando que o assunto era de foro privado, mas se manteve distante do pai, não perdoando sua traição e suas mentiras.

Em entrevista ao Programa do Porchat, da Record, anos mais tarde, ela disse que tudo mudou quando Sasha nasceu. “Quando ela nasceu, pensei que ele não merecia isso, nem eu, nem minha filha. Julguei ele por algo que eu poderia fazer. Quem sou eu para julgar meu pai?”, questionou a apresentadora.

A volta do relacionamento fez muito bem para Xuxa e até para a sua mãe e família. Ela teve a chance de viver momentos ao lado do pai, que faleceu em 2017, aos 85 anos de idade, depois de ficar internado em coma no hospital. Na época, a apresentadora usou as redes sociais para se despedir do “Véio Menega”, forma carinhosa como o tratava.

Luiz Floriano era aposentado como Tenente Coronel do Exército e Xuxa entrou com um pedido para receber a pensão militar de seu pai. Ela repassou o valor total à viúva de Floriano, que teve sua identidade mantida em sigilo.

Whatsapp


Leia também