Despedida: o que aconteceu com Yoná Magalhães, a Virgínia de Paraíso Tropical

Atriz ficou marcada por participar de vários sucessos da emissora carioca

Whatsapp

Yoná Magalhães (1935-2015), uma das grandes atrizes da dramaturgia brasileira, pode ser vista atualmente na reprise de Paraíso Tropical (2007) no Vale a Pena Ver de Novo. A trama escrita por Gilberto Braga e Ricardo Linhares foi a despedida da atriz das novelas das oito da Globo, faixa onde brilhou em diversos sucessos.

Yoná Magalhães em Dicas de um Sedutor
Yoná Magalhães em Dicas de um Sedutor (Divulgação)

A atriz iniciou sua carreira na rádio e na TV Tupi ainda na década de 1950. Sua chegada à Globo aconteceu somente 15 anos depois, em 1965, quando se tornou a primeira mocinha do canal recém-lançado.

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE

Carreira de destaque

Roque Santeiro - Isis de Oliveira e Yoná Magalhães
Isis de Oliveira e Yoná Magalhães em Roque Santeiro (Reprodução / IMDB)

Na emissora, Yoná esteve em produções como Eu Compro Esta Mulher (1966), O Sheik de Agadir (1966) e O Homem Proibido (1968). Ela chegou a voltar para a Tupi no começo da década de 1970, mas logo retornou para a Globo.

De volta ao canal carioca, esteve em novelas como O Semideus (1973), Corrida do Ouro (1974) e Saramandaia (1976). Anos mais tarde, passou por emissoras como Tupi, onde esteve em Gaivotas (1979), e na Band, integrando o elenco de Os Imigrantes (1981).

Leia mais

O novo retorno à emissora carioca aconteceu em Amor com Amor se Paga (1984), engatando também trabalhos como Roque Santeiro (1985), A Próxima Vítima (1995), e As Filhas da Mãe (2001), entre vários outros.

 

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE

De volta em última novela das oito

Hugo Carvana e Yoná Magalhães em Paraíso Tropical
Hugo Carvana e Yoná Magalhães em Paraíso Tropical (Reprodução / Globo)

Atualmente, Yoná Magalhães está no ar em Paraíso Tropical, sua última novela das oito.

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE

Na trama de Gilberto Braga e Ricardo Linhares, ela interpreta Virgínia, uma mulher de corpo escultural, invejada por outras mulheres de sua idade. Ela vive com a neta Gilda (Luli Miller) e o marido Belisário (Hugo Carvana), pai do poderoso Antenor Cavalcanti (Tony Ramos).

Yoná Magalhães em Paraíso Tropical
Yoná Magalhães em Paraíso Tropical (Reprodução / Globo)

Durante a história, Virgínia trava um embate com Iracema (Daisy Lúcidi) e vive uma rotina de “gato e rato” com a síndica do Copamar, prédio para onde se muda com o marido. As duas passam a novela se engalfinhando e protagonizando situações divertidas.

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE

Últimos trabalhos

Yoná Magalhães em Sangue Bom
Yoná Magalhães em Sangue Bom (Divulgação / Globo)

Após Paraíso Tropical, Yoná esteve em outras novelas, mas nos horários das seis e das sete. Ela integrou o elenco de folhetins como Negócio da China (2008) e Cama de Gato (2010), além de participações em algumas séries.

A última novela que a atriz participou foi Sangue Bom, em 2013. Yoná Magalhães morreu no dia 20 de outubro de 2015, vítima de problemas cardiológicos e complicações após uma cirurgia.

Whatsapp


Leia também