De volta em março, novo Se Joga será um clone do antigo Vídeo Show - TV História

De volta em março, novo Se Joga será um clone do antigo Vídeo Show

Whatsapp

Após o fiasco entre 2019, quando estreou em 30 de setembro, e 2020, quando saiu do ar em 17 de março por causa da pandemia causada pelo novo coronavírus, o Se Joga ganhará nova oportunidade na Globo a partir do próximo dia 6 de março.

No entanto, do mal-sucedido formato, restará pouca coisa. Ao invés de três apresentadores, Fernanda Gentil, Érico Brás e Fabiana Karla, apenas a antiga repórter esportiva da emissora vai continuar no comando. Além disso, diversos colaboradores da atração foram realocados em outros programas, como Marcelo Adnet, Paulo Vieira e Dani Calabresa.

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE


O novo Se Joga, na verdade, será uma espécie de Vídeo Show, com exibição apenas nas tardes de sábado e foco, principalmente, em bastidores da televisão, do cinema e da música.

O programa, que terá novo cenário, contará com três repórteres: Brás, Juliane Massaoka e Cauê Fabiano.

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE

Para auxiliar na nova trajetória do Se Joga em busca de Ibope, a Globo traz de volta à grade, também no dia 6, o Toma Lá Dá Cá, sitcom produzida entre 2007 e 2009, e que foi bem no ano passado, na mesma faixa.

Com isso, a grade da Globo aos sábados terá o Jornal Hoje, o Toma Lá Dá Cá, o novo Se Joga e prossegue normalmente com o Caldeirão do Huck.



Leia também