De vilã a noiva de fachada: saiba tudo que acontece com Céu em A Favorita

Whatsapp

Maria do Céu (Deborah Secco) é uma das personagens que mais circula pelos diversos núcleos de A Favorita (2008), no ar em Vale a Pena Ver de Novo. A retirante ambiciosa, que faz de tudo para se dar bem na vida, tem uma trajetória que começa no antagonismo e termina no núcleo cômico, numa estrada cheia de reviravoltas.

A Favorita

No início da trama de João Emanuel Carneiro, Céu chega a Triunfo com seu pai, Edivaldo (Nelson Xavier), e sua irmã, Greice (Roberta Gualda), em busca de uma vida melhor. Mas o início não é nada fácil, já que Edivaldo foi enganado por Romildo Rosa (Milton Gonçalves) e não conseguiu a casa prometida pelo político.

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE

Céu é a que se mostra mais insatisfeita com a vida miserável que leva, sempre sonhando em ascender. Ao conhecer Cassiano (Thiago Rodrigues), a moça fica obcecada pelo rapaz, que namora Lara (Mariana Ximenes). Com isso, Céu se torna a grande antagonista da mocinha no início do folhetim.

Leia mais

A jovem tanto faz que consegue fisgar Cassiano, com quem chega a ter um tórrido relacionamento. Mas este caso culmina numa grande tragédia, pois Edivaldo flagra a filha transando com o rapaz num carro, fica em choque e acaba sendo atropelado, morrendo em seguida.

Aliança com a vilã

A Favorita

Maria do Céu também será usada pela vilã Flora (Patrícia Pillar) para destruir Donatela (Claudia Raia). A ex-presidiária procura a jovem e oferece dinheiro para que ela minta para Lara. Céu aceita, procura Lara e conta à garota que nunca quis seduzir Cassiano, mas Donatela a pagou para que ela fizesse isso. Com isso, Lara fica ainda mais desconfiada da mãe adotiva.

Paralelamente, com a morte do pai, Céu se afasta definitivamente da irmã, Greice, e vai embora para São Paulo. Sem saída, a moça se instala no bordel de Cilene (Elizângela), onde ganha o codinome de Pamela. Ali, ela conhece Halley (Cauã Reymond) e tem um envolvimento com ele.

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE

Amizade improvável

A Favorita

Mas a vida de Maria do Céu muda novamente quando Cilene a indica para um cliente de longa data, Darcy (Luiz Baccelli). O ricaço é nada menos que o pai de Orlandinho (Iran Malfitano), que contrata a menina para sair com seu filho. Darcy não gosta da ideia de ter um herdeiro gay e morre de medo que o rapaz saia do armário de vez.

Assim, Céu e Orlandinho se conhecem e se dão bem de cara. O jovem, então, pede à prostituta, para que o pai acredite que eles realmente tiveram uma noite intensa. Ela concorda e passa todo o tempo do programa jogando cartas e conversando com Orlandinho.

Mais tarde, quando Maria do Céu comenta o quanto Orlandinho foi maravilhoso, Darcy fica orgulhoso. Porém, com o desenrolar da narrativa, ela fica grávida e Orlandinho tem a ideia de assumir a criança. O rapaz propõe um casamento de fachada e a jovem concorda.

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE

Um novo casal

A Favorita

Céu e Orlandinho, então, passam a dividir um apartamento e se transformam em um núcleo cômico dentro de A Favorita. O casal improvável passa boa parte dos capítulos fingindo que se ama de verdade, para não levantar as suspeitas de Darcy. O tom nonsense impera, até quando surge Geralda (Suely Franco), a avó de Orlandinho, que também acredita que o neto é “macho”.

Porém, aos poucos, a amizade do suposto casal vai se transformando. O rapaz percebe que sente algo mais pela amiga, descobrindo-se bissexual. Assim, o casamento de fachada se torna verdadeiro.

Quem é o pai do filho de Céu?

A Favorita

A gravidez da moça será cercada de mistérios, já que não ficará claro quem é o pai da criança. Como Maria do Céu se envolveu com Cassiano, Halley e Orlandinho, qualquer um dos três poderia estar ligado à gestação.

Apenas nos últimos capítulos de A Favorita, é revelado que Halley é o verdadeiro pai do bebê. O rapaz, que nesta altura da trama já sabe que é o filho perdido de Donatela (Claudia Raia) e Marcelo (Flavio Tolezani), registra a criança, que é criada com todo amor por Céu e Orlandinho.

Whatsapp


Leia também