Corretor de imóveis, detetizador e mais: 10 astros esquecidos pela TV

Whatsapp

Ao longo dos anos, muitos artistas acabam seguindo outras atividades. Muitos deles fizeram sucesso, mas perderam espaço na televisão; outros, descobriram ou resolveram seguir suas verdadeiras vocações.

Confira 10 exemplos na lista:

Maurício Alves

Mauricio Alves

Promessa de galã dos anos 1980, Maurício também teve uma participação de destaque em Sassaricando.

Leia mais

Quando finalizou sua participação na novela, Maurício já tinha papel garantido em outra novela global. No entanto, segundo contou, no primeiro dia de gravações, ele foi demitido assim que chegou ao estúdio, vetado por Paulo Ubiratan, um dos diretores de núcleo da emissora.

Maurício, que atualmente tem 59 anos, disse que, depois disso, nunca mais conseguiu nenhum trabalho na televisão e começou a trabalhar numa empresa de dedetização.

Há alguns anos, ele tem seu próprio negócio no mesmo ramo, ressaltando, contudo, não estar plenamente feliz com o rumo que sua vida seguiu.

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE

Lídia Brondi

Lídia Brondi em Meu Bem, Meu Mal

Um dos principais nomes da televisão brasileira nos anos 1980, esteve em tramas de sucesso como Dancin’ Days (1978), como Vera Lúcia; Baila Comigo (1981), como Mira Maia; e Roque Santeiro (1985), no papel de Tânia. Dois papeis de destaque ainda maior vieram no final dessa década: a jornalista Solange Duprat, de Vale Tudo (1988), e a Leonora, de Tieta (1989).

Sua última novela foi Meu Bem, Meu Mal, exibida entre 1990 e 1991, quando viveu a personagem Fernanda Castro.

Em seguida, após sofrer crises de síndrome do pânico, a atriz, casada com Cássio Gabus Mendes, decidiu abandonar a carreira artística. Ela se formou em psicologia e abriu um consultório na capital paulista, onde passou a se dedicar somente a essa carreira.

Carlos Alberto

Carlos Alberto

Um dos principais nomes do início da Globo, Carlos Alberto perambulou por diversas emissoras nos anos 70, 80 e 90, como Tupi e Manchete. Sonho Meu foi seu último papel de destaque na Globo, onde já havia diminuído sua presença na década anterior.

Depois disso, se destacou em tramas como Xica da Silva e Mandacaru, na Manchete. Ainda fez participações especiais em Os Maias e Chocolate com Pimenta.

Fora da televisão, foi trabalhar como fiscal de rendas até a sua morte, em 2007.

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE

Patrícia Perrone

Patricia Perrone

Entre 1992 e 1996, Patrícia Perrone teve uma promissora carreira de atriz na Globo, tendo atuado em telenovelas e minisséries como Despedida de Solteiro e As Noivas de Copacabana.

Após algumas aparições esporádicas nos anos de 1995 e 1996 em algumas produções globais, Patrícia abandonou a carreira de atriz e ingressou na Faculdade de Direito da Universidade Cândido Mendes.

Formou-se em 1999 e, no ano seguinte, tornou-se procuradora do Estado do Rio de Janeiro. Em 2007, a ex-atriz concluiu mestrado em Direito Público pela UERJ e doutorado em Direito Público, também pela UERJ, em 2014.

Roberto Bataglin

Roberto Bataglin

Sassaricando destacou o trabalho de Roberto Bataglin, que viveu o personagem Tadeu. O ator, que foi galã de novelas da Globo nos anos 1980 e 1990, participou de vários sucessos em sequência, como Partido Alto (1984), Um Sonho a Mais (1985), Selva de Pedra (1986), Sassaricando (1987) e Lua Cheia de Amor (1990).

A sua última novela na emissora, até o momento, foi Sete Pecados (2007). Depois de 11 anos longe das novelas, voltou ao vídeo em Apocalipse (2018), na Record, vivendo Alencar.

Mas engana-se quem pensa que Bataglin está parado. Ele montou um curso de teatro em Cabo Frio (RJ), intitulado Rota da Arte. Também conta com uma produtora de vídeo e montou um canal no YouTube, onde aposta em produções independentes.

Além disso, o ator tem trabalhado como corretor de imóveis na capital fluminense. “Fiz um bom pé-de-meia”, destacou em entrevista ao UOL.

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE

Iran Malfitano

Iran Malfitano

Promessa da Globo no início dos anos 2000, Iran Malfitano acabou sumindo do vídeo. O ator se destacou como Gui, protagonista da oitava temporada de Malhação, onde permaneceu até 2003.

Após algumas participações em produções da Globo e da Record, em 2019, Malfitano participou da segunda temporada de Juacas, série do Disney Channel.

No mesmo ano, veio à tona que o ator estava trabalhando como motorista do aplicativo Uber.

“Fiquei um ano sem trabalhar e pensei que precisava fazer alguma coisa. Decidi alugar um carro e trabalhar. Eu faria meus horários, sou comunicativo, gosto de bater papo, então, resolvi me aventurar. Mas tinha acabado de ficar em cartaz e logo fui reconhecido por uma pessoa que assistiu à peça”, contou à coluna de Patricia Kogut no jornal O Globo.

O retorno ao vídeo aconteceu em 2021, integrando o elenco da novela Gênesis, da Record, onde interpretou Tubalcaim na fase do Dilúvio.

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE

Viviane Victorette

Viviane Victorette

A atriz destacou-se como Regininha de O Clone, em 2001. A personagem era viciada em drogas e melhor amiga de Mel (Débora Falabella). Depois da trama de Glória Perez, ela esteve em Jamais Te Esquecerei (2003), do SBT, América (2005), Duas Caras (2007), Insensato Coração (2011) e Flor do Caribe (2013).

Também fez participações em episódios das séries Carga Pesada, A Grande Família e A Diarista. Em 2015, fez uma ponta em Malhação: Seu Lugar no Mundo.

Afastada da televisão há alguns anos, ela se dedicou à outra paixão: a psicologia. Em 2019, aos 40 anos, se formou psicóloga, realizando um antigo sonho. No entanto, em entrevista ao jornal Extra, disse que não abandonou a carreira de atriz, decidindo apenas investir em outros planos.

Gustavo Leão

Gustavo Leão e Gloria Pires

Gustavo Leão se destacou como Mateus em Paraíso Tropical (2007), na Globo. Sua última novela na emissora foi o remake de Ti-Ti-Ti, em participação especial como Osmar nos primeiros capítulos. Antes de deixar o canal, ainda participou de um episódio da série As Brasileiras.

Em seguida, o ator migrou para a Record, onde emendou José do Egito (2013), Pecado Mortal (2013), Milagres de Jesus (2014), Vitória (2014), Sem Volta (2017) e O Rico e o Lázaro (2017), sua última presença na televisão brasileira até o momento.

Em 2017, o ator resolveu trocar as novelas pelas panelas e se mudou junto com a esposa, Pâmella Leão, para Vancouver, no Canadá, onde estuda e atua como chef de cozinha.

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE

Bianca Salgueiro

Bianca Salgueiro

Depois de se destacar como Carol em Fina Estampa (2011), Bianca Salgueiro ganhou o papel de protagonista de Malhação Casa Cheia. Ela viveu Anitta na temporada exibida entre 2013 e 2014.

Depois de participar de A Lei do Amor (2016), Bianca abandonou a carreira de atriz, se formou como engenheira mecânica e seu mudou pra Madrid, na Espanha.

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE

Janine Sales

Janine Salles

Janine Salles, que se destacou em Fina Estampa, teve que se virara para manter seus ganhos durante a pandemia. Ela abriu seu próprio negócio e começou a vender bolos.

“Sempre tive paixão por fazer doces, mas fazia de brincadeira e dava para amigos. Nesta quarentena, fiquei muito parada no início. Como não consigo ficar parada, um amigo me sugeriu essa ideia de começar a vender os bolos. E acabou que deu certo. Várias pessoas começaram a encomendar e acabei gostando”, contou.

Whatsapp


Leia também