Resumo dos próximos capítulos de Da Cor do Pecado - TV História

Resumo dos próximos capítulos de Da Cor do Pecado

Whatsapp

Confira abaixo como serão os próximos capítulos de Da Cor do Pecado (Viva):

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE

Capítulo 145 – 11 de outubro (segunda-feira)
Paco, escondido, grava a conversa entre Tony e Bárbara sobre a troca das amostras para o exame de DNA. Kaike ouve a conversa pela escuta e vibra. Paco não consegue sair da casa. Otávio diz para Afonso e Germana que é um mentiroso, mas não revela nada quando é pressionado. Tony descobre Paco escondido. Tony acusa Bárbara de estar se encontrando com Paco e ameaça o rival. Kaike se desespera ouvindo a conversa. Tony intui que Paco queria ouvir a conversa dos dois e deve ter feito uma cópia da chave. Bárbara revista Paco, mas não encontra o gravador, que ele escondeu em um móvel da casa. Preta vai à casa de Afonso, preocupada porque Paco não apareceu para jantar. Raí consola Otávio. Tony se prepara para matar Paco, Bárbara joga-se em cima dele, impedindo-o. Dio diz que Thor está virando fruta e ele se preocupa. Roque atira facas em Cezinha. Pai Helinho e Zuleide se escondem. Abelardo come bife e Thor se delicia com queijo francês, para surpresa de todos. Edilásia, Tina, Greta, Dio, Abelardo e Frazão se horrorizam ao ver Thor fazendo uma performance com castanholas. Todos choram e Edilásia promete salvar o filho. Zuleide, Cesinha e Helinho se vestem de viúvas, mas são descobertos por Roque, que leva a mulher. Eduardo, Beki e Verinha tomam cachaça e dançam pagode. Kaike liga para a polícia, que vai até a casa de Tony e Bárbara. Paco escapa com o gravador. Tony briga com Bárbara. Paco impede que Afonso expulse Kaike e toca a fita para que todos escutem.

Capítulo 146 – 12 de outubro (terça-feira)
Afonso fica estarrecido ao ouvir a confissão de Bárbara e pede perdão a Preta. Tony diz a Bárbara que Apolo se aproveitou de sua boa fé. Afonso diz a Kaike que Otávio continua seu neto e herdeiro. Kaike se abraça com Otávio, que está na casa da árvore. Afonso fala que Kaike agora é seu amigo. Bárbara vai à casa de Afonso, mas os seguranças a impedem de entrar. Afonso manda que Pereira siga Bárbara e Tony, que sai logo depois dela. Otávio vibra ao saber que é filho de Kaike. Otávio confirma que deseja ficar com Kaike e Afonso sugere que eles viajem. Pereira sequestra Tony. Edilásia manda Dio ficar longe de Thor. Tina tenta Thor, mas ele só quer as suas castanholas de volta. Thor foge de casa e dança na praça. Brad e os pitboys vaiam. Helinho vê Roque atirar facas em Zuleide. Edilásia leva Thor para casa. Roque leva uma paulada de Helinho, que foge com Zuleide. Afonso decide conversar com Bárbara a sós. Em um armazém abandonado, os seguranças prendem Tony. Afonso diz a Bárbara que Paco está apaixonado por ela, que realmente Germana e Raí estavam afastando-o dela e dá-lhe um colar. Germana se preocupa com o marido. Afonso convida Bárbara para um passeio e leva-a a uma grande mansão, que avisa será dela. Pede que ela vista um belo vestido e desça para jantar. Feliz, Bárbara se arruma, mas a parede sofre um abalo e despenca. Horrorizada, ela percebe que a casa está sendo demolida.

Capítulo 147 – 13 de outubro (quarta-feira)
Bárbara desce as escadarias e encontra Afonso esperando-a. Ele diz que a casa caiu e que ela nunca terá nada. Arranca o colar de seu pescoço, acusa-a de ter matado Paco e diz que ela ficará na miséria. Afonso leva Bárbara até o armazém, Tony o ameaça e o empresário diz que não teme a lei e vai se vingar. Manda que levem Bárbara e garante que a vida de Tony vai piorar muito. Raí vibra ao saber que é mesmo filho de Paco e fica triste por Otávio. Preta fala que acabaram as mentiras e Paco fica constrangido. Afonso exige que Bárbara confesse. Bárbara garante que só foi tão ambiciosa quanto Afonso e que todos só querem o seu dinheiro. Afonso perde a calma quando ela se refere a Raí como “o mulatinho”. Afonso propõe que ela abra mão da guarda de Otávio, denuncie Tony e ele não a mandará para a cadeia. Ela grita que não aceita acordo com ele e Afonso manda que ela seja jogada na rua, sem nada. Edilásia faz a sopa para Dio lutar com Brad. Greta, que é irmã de Pedra, promete conseguir a sopa para Brad e sua turma, mas eles terão que dizer que foi Tina. Greta rouba um pouco da sopa e acrescenta alguns novos ingredientes no caldeirão. Helinho, Zuleide e Cesinha compram um caminhão do circo e seguem rumo ao Rio de Janeiro. Guilherme dá um brinco para Moa e a beija. Silva pega Bárbara desorientada na rua e pede que ela indique onde Tony está. Silva liberta Tony. Afonso declara que tem muito orgulho de ter Preta como nora e dá a ela o colar de esmeraldas.

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE

Capítulo 148 – 14 de outubro (quinta-feira)
Bárbara acusa Tony de ter estragado tudo. Tony fala que a guerra ainda não está perdida e impede-a de sair. Pereira avisa Afonso que Tony escapou. Tony diz que Afonso deve ter feito uma proposta, mas que ele tem uma melhor. Bárbara tranca Tony no banheiro e escapa. Bárbara procura Paco e pede que ele se case e tenha um filho com ela. Ele avisa Afonso que Bárbara enlouqueceu de vez. Ela desaparece. Tony manda Borja pegar a fita. Olívia insiste que Kaike fuja. Raí diz a Otávio que gosta dele como um irmão. Afonso mostra a gravação para Borja, que diz que não é prova suficiente para prender Tony. Borja fala que já encaminhou a relação de beneficiários para o banco. Dio toma a sopa e fica roxo. Brad, Pedra e Minotauro bebem a sopa, vão para o tatame e ganham a luta de Dio. No final, agradecem a Tina pela sopa. Helinho decide fazer shows pelo caminho, mas é vaiado pela platéia. Tina alega inocência, mas ninguém acredita. Dio acorda sábio. Eduardo, Verinha e Beki vão a um churrasco no vizinho. Preta chega em casa e encontra Bárbara, que a ameaça. Borja pega a fita. Preta enfrenta Bárbara, que atira para o alto e depois tranca-a no banheiro. Bárbara rasga fotos de Preta e Raí e coloca fogo nelas. Paco chega e ela exige que ele se declare para ela, senão não entrega a arma. Preta tosse no banheiro por causa da fumaça.

Capítulo 149 – 15 de outubro (sexta-feira)
Paco tira Preta do banheiro e os dois se abraçam. Bárbara diz que não é bandida. Paco a abraça e a desarma. Afonso manda levá-la para o apartamento em que morava. Preta não se conforma que Paco se envolva tanto, mas ele diz que precisa ajudar o pai. Afonso insiste que Bárbara aceite a proposta, senão irá interná-la em uma clínica. Paco chega e ela se joga nos braços dele, dizendo a Afonso que vai se casar com seu filho. Dois enfermeiros levam Bárbara. Silva vê tudo. Afonso finaliza a venda de suas empresas. Stela diz a Afonso que a fita sumiu. Dio decide ir a uma palestra sobre astrofísica nuclear. Helinho, Cesinha e Zuleide ensaiam. Dio deixa todos os cientistas impressionados. Edilásia tira o filho da palestra. Roque encontra os três e persegue-os atirando facas. Kika diz a Sal que ele gosta de Moa. Afonso pede que Kaíke se refugie em uma de suas fazendas. Tony se veste de enfermeiro e passa pelos seguranças com Bárbara na maca. No hotel, ele mostra a fita para ela. Germana percebe uma cicatriz no pé de Paco. Tony gosta de saber que a arma de Bárbara ficou na casa de Paco. Germana se lembra do incidente em que Paco feriu o pé na infância e tem certeza que ele está vivo.

Capítulo 150 – 16 de outubro (sábado)
Afonso pergunta se Germana está bem e ela diz que sonhou com Paco. Silva encontra a arma no armário de Paco, limpa as digitais e recoloca-a no lugar. Germana pergunta como Afonso se sentiria se o filho morto retornasse. Afonso diz que ficaria feliz, mas ao mesmo tempo horrorizado por um filho fingir que morreu. Paco enterra a arma e Silva pega e entrega-a para Tony. Bárbara não entende o que Tony vai fazer com arma, que está só com as digitais de Paco. Otávio se preocupa que a mãe esteja internada. Moa recebe um presente de Guilherme. Sal fica furioso e diz que ama Moa. Ela fala que é uma fantasia e não um aceita um beijo dele. Sal arruma as coisas. Edilásia dá um cascudo em Dio para que ele volte ao normal, mas ele continua gênio. Ela pede que Greta dê um jeito em Dio. Roque persegue o caminhão. Dio não se rende a Greta. Eduardo lidera uma manifestação da “Nação Mendiga”. Tina e Greta se atracam. Sal vai embora e Moa fica arrasada. Thor, Dio e Abelardo encontram Sal engraxando sapatos na rua. Tony não deixa Bárbara sair. Germana tem certeza que Apolo é Paco. Afonso contrata novo segurança, Jamil. Germana leva Paco até a mansão em ruínas onde ele se acidentou quando era pequeno. Jamil conversa com Tony, que o manda agir. Afonso sente uma pontada no coração. Paco se emociona ao se lembrar do dia em que sua mãe morreu e chora. Germana pergunta por que ele mentiu para ela.

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE

Capítulo 151 – 18 de outubro (segunda-feira)
Paco acaba confessando que está vivo e Germana, após um momento de ternura, explode por ele ter enganado a todos. Felipe leva os papéis da separação para Preta assinar. Paco conta tudo o que aconteceu e Germana encoraja-o a revelar a todos. Tony continua mantendo Bárbara prisioneira. Afonso diz a Preta que Raí vai herdar 500 milhões de dólares. Afonso percebe que Germana não está bem. Ela diz a Paco que ele deve dizer a verdade. Verinha conta para Eduardo que o apartamento de Bárbara está vazio. Moa tenta convencer Sal a voltar para casa, mas ele prefere ficar na garagem de pranchas. Germana diz que Paco tem algo para contar, mas ele não fala a verdade e vai embora correndo. Edilásia não se conforma por Abelardo ter virado um brutamontes; Thor em bailarino, Dio em cientista e corre com um tacape atrás deles. Greta seduz Frazão. Edilásia diz que não suportaria se Apolo morresse. Paco insiste em saber como Preta reagiria se Paco voltasse. Afonso se arruma para a inauguração da Fundação Paco Lambertini. Eduardo e Verinha vão à festa e Otávio foge deles. Afonso diz que descobriu o golpe de Bárbara e manda que os dois saiam. Afonso discursa e passa mal. Dr. Vilhena tranquiliza a todos. Paco diz a Preta que não vai para a ilha com ela. Afonso assina um documento que Borja lhe traz, sem nem mesmo ler. Afonso se despede dos dois meninos, que embarcam com Preta no helicóptero. Borja entrega o documento para Tony. Jamil avisa Tony que Paco, Germana e Afonso estão em casa. Tony pega a arma que Paco enterrou e se dirige para a mansão. Paco abraça Afonso e diz que o ama. Ele fala do passado e Afonso descobre que ele é o filho morto.

Capítulo 152 – 19 de outubro (terça-feira)
Afonso cambaleia quando Paco conta que Apolo morreu e ele tomou o seu lugar. Paco pede perdão, mas Afonso o acusa de ser um monstro de frieza e egoísta. Paco chora quando Afonso diz que perdeu seus dois filhos. Raí, Otávio e Preta chegam à ilha. Paco diz a Afonso que os dois foram vítimas de Bárbara. Afonso o acusa por ter abandonado o filho e manda que ele desapareça de sua vida. Tony vê Paco sair e diz que chegou tarde demais. Germana pede que Afonso perdoe Paco. Bárbara veda todas as portas e liga o gás. Tina, desprezada, vai embora. Edilásia e os filhos correm atrás dela e levam-na para casa à força. Greta seduz Frazão. Roque atira facas nos três e acaba sequestrando Zuleide. Edilásia e os filhos flagram Frazão e Greta se beijando. Ele jura inocência, mas Edilásia o expulsa. Germana procura Paco e o abraça. Ela pede que ele vá conversar com Afonso. Raí e Otávio se perdem na mata. Preta, desesperada, procura pelos dois. Jamil avisa que Paco está na casa. Paco e Afonso discutem. Germana tenta que eles se entendam. Afonso pede para conversar a sós com o filho. Paco pede perdão e Afonso jura que não pode perdoá-lo nem no dia de sua morte. Tony, escondido, atira em Afonso.

Capítulo 153 – 20 de outubro (quarta-feira)
Paco grita para Germana chamar um médico. Tony percebe uma câmera de segurança interna e se refugia nos banheiros da piscina. Afonso faz um carinho em Paco e diz que o perdoa. Paco chora e abraça-o. Tony entrega a arma para Jamil e manda que ele pegue a fita da segurança. Germana se desespera ao ver Afonso. Jamil mostra a arma jogada no jardim para Pereira, que a entrega ao investigador. Jamil rouba a fita da segurança. Germana vai com Afonso para o hospital. O policial pede que Paco vá à delegacia prestar informações. Tony se veste de policial e escapa. Preta procura os dois meninos na mata. O médico diz a Germana que Afonso será operado e tem chances mínimas de sobreviver. Preta faz uma fogueira, Raí segue a luz e encontra a mãe. Tony conta para Bárbara que matou Afonso. Ele garante que Apolo será incriminado. Preta é avisada e volta para o Rio. Tony diz a Bárbara que Otávio é ainda o único beneficiário. Greta controla os três irmãos Sardinha. Helinho quer ir atrás de Zuleide. Zuleide manda que Roque acabe logo o seu sofrimento, mas logo depois eles se beijam. Tina insiste que Greta é culpada pela traição de Frazão. Edilásia fica sabendo do estado de Afonso. Beki, Verinha e Eduardo comemoram. Afonso sai da cirurgia e continua em estado grave. Afonso pede para falar com Raí, manda que ele tome conta de Otávio, seja amigo do pai, e morre. Germana chora desesperada abraçada com Preta, Raí e Otávio. Paco chega e solta um gemido de dor. Borja diz que vai tomar as providências. Paco jura vingança.

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE

Capítulo 154 – 21 de outubro (quinta-feira)
Germana e Paco choram juntos ao lado do corpo de Afonso. Edilásia pede perdão ao filho por tê-lo afastado do pai. Paco diz que a verdade, às vezes, é muito difícil. Felipe e Paco se abraçam. Tony abre uma garrafa de champanhe. Bárbara tem medo de ir ao hospital, como sugere Tony. Todos consolam Raí, que não se conforma. Raí não entende porque Afonso o mandou ser amigo do pai. Germana pede que Paco conte a verdade para o filho, mas ele diz não ter condições. Kaike quer pegar Otávio antes de Bárbara. Bárbara chega no hospital como uma viúva e dá entrevistas. Germana não aceita os seus pêsames e se recusa a entregar Otávio para ela. Otávio pede para ir com a mãe e Bárbara leva-o, vitoriosa. Tina ameaça ir embora de novo. Germana garante a Kaike que Bárbara não poderá colocar mão no dinheiro de Otávio. Otávio se desespera quando Tony chega. Zuleide sugere a Roque que eles roubem o dinheiro que Helinho está guardando para comprar uma casa no Rio. Helinho vibra quando Zuleide volta. Greta é a estrela do novo filme de Pimenta, para desespero de Abelardo, que só apanha. Paco desconfia dos seguranças e tem certeza que Tony fez tudo pensado para incriminá-lo. Tony exige que Borja lhe entregue o atestado de óbito de Afonso. Bárbara pega a fita que mostra Tony matando Afonso e troca-a por outra. Borja pensa em confessar tudo para Paco e Germana, mas recua. Tony queima a fita falsa. Afonso é velado e enterrado. Raí se desespera. Otávio se recusa a viajar com Tony e Bárbara para Suíça, que o obriga. Paco é preso ao final do enterro.

Capítulo 155 – 22 de outubro (sexta-feira)
O inspetor Malta diz que as impressões digitais encontradas na arma são de Paco. Edilásia derruba o investigador só para ir no camburão com o filho. Kaike intui que Bárbara viajará para a Suíça com Otávio. Olívia descobre em que voo eles estão embarcando. Otávio faz um escarcéu no aeroporto. O voo atrasa. Malta libera Edilásia. Paco é levado para a cela. Kaike vê Tony, Otávio e Bárbara embarcando. Edilásia acusa Preta e Germana de terem aproximado seu filho de Afonso e causado a sua desgraça. Germana diz que ela não sabe de nada. Tony e Bárbara trancam Otávio no quarto de hotel e vão ao banco. Eles combinam dividir meio a meio a herança. Kaike conta que eles fugiram para a Suíça. Germana garante que eles não podem pegar o dinheiro. Felipe resolve procurar Borja. Zuleide fica de olho na maleta de dinheiro, quando Cezinha e Helinho desacordam Roque. O advogado, Dr. Matoso, conversa com Paco. Bárbara e Tony transferem dinheiro da conta na Suíça para suas contas. Paco diz que só pode ser a arma que ele enterrou no jardim a que foi usada por Tony. Felipe pede para ver os papéis sobre os beneficiários; Borja diz que estão na Suíça e que ele não tem uma cópia. Bárbara e Tony queimam a senha de suas novas contas. Felipe e Stela acessam a conta de Afonso e descobrem que ela está zerada. Bêbado, Borja chora e diz à mulher que fez algo terrível. Tony cobre Bárbara de dinheiro e ela vibra. Germana, Preta e Raí reagem ao saber que o dinheiro desapareceu.

Capítulo 156 – 23 de outubro (sábado)
Germana decide ir à casa de Borja. Bárbara e Tony se divertem com os dólares e champanhe. Otávio joga parte do dinheiro pela janela. Borja pede perdão à Clarice. Tony diz que eles não poderão voltar ao Brasil por causa de Borja e Bárbara se revolta. Clarice ouve um tiro. Abre a porta para Germana e diz que o marido se matou. Edilásia diz a Paco que não se conforma ao vê-lo preso. Verinha propõe que Edu procure Stela. Ela conta para Edu que Bárbara roubou um bilhão de Afonso. Ele chora e diz que foi abandonado por todos, mas recusa quando ela oferece a sua casa para ele morar. Greta domina os três filhos de Edilásia, que sofre, sendo consolada por Tina. Verinha não se conforma de não ter recebido nada de Bárbara. Zuleide diz a Roque que vai pegar o dinheiro. Tina pede que Frazão desmascare Greta. Mas não conseguem, porque Greta joga pó de mico nos dois, que se coçam sem parar. Edilásia tem um ataque ao ver os dois. Edu vai embora quando companheiros de invasão vêm morar em sua casa. Stela recebe-o de baby doll. Paco é liberado através de um habeas corpus e fica perplexo ao saber do roubo e da morte de Borja. Otávio fica triste ao saber que nunca mais vai voltar ao Brasil. Tony diz a Bárbara que ela está presa a ele por toda a vida. Paco diz a Germana que vai permanecer como Apolo, pois só ele pode fazer justiça, mas não revela seus planos. Ao saber que Borja se matou, Bárbara decide voltar ao Brasil.



Leia também