Comoveu o Brasil: jovem atriz da Globo perdeu batalha contra a leucemia

Whatsapp

Presente em diversas novelas da Globo nos anos 1980, Monique Alves nos deixou precocemente após travar uma dura batalha contra a leucemia.

Monique Alves

Nascida no Rio de Janeiro (RJ) em 7 de agosto de 1962, Monique estreou na televisão em Sétimo Sentido (1982).

Depois, participou de Pão-Pão, Beijo-Beijo (1983), quando viveu a personagem Maria Helena, Partido Alto (1984), A Máfia no Brasil (1984) e Pacto de Sangue (1989).

Leia mais

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE

Destaque em Meu Bem, Meu Mal

Monique Alves

Em 1990, teve seu papel mais destacado quando viveu a secretária Luciana em Meu Bem, Meu Mal (1990).

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE

Monique foi casada com o diretor Dennis Carvalho, com quem teve uma filha, Tainah.

Meu Bem, Meu Mal

A atriz acabou se afastando da televisão quando foi diagnosticada com leucemia. Em 1991, a amiga Silvia Pfeifer, com quem ela contracenou na novela de Cassiano Gabus Mendes, organizou uma campanha para arrecadar US$ 100 mil para uma cirurgia de transplante de medula a que a atriz teria que se submeter.

“Fico emocionada por saber como tem gente que gosta de mim”, declarou a atriz ao jornal O Globo de 10 de novembro de 1991.

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE

Batalha

Dennis Carvalho e Monique Alves

Nessa época, ela gravou uma participação em O Dono do Mundo “para não ficar com a cabeça desocupada pensando besteira”. Além disso, falou que foi um presente carinhoso do autor Gilberto Braga, que sabia que ela estava “precisando de grana”.

Na época, ela namorava o médico francês Yan, que conheceu quando ficou interessada em Paris, na França, no ano anterior.

“A gente pensa em se casar quando tudo isso tiver se resolvido. E é provável que vá morar na França, já que achamos que fica mais fácil eu me mudar para lá do que ele vir para o Brasil”, explicou.

Infelizmente, Monique Alves morreu em 29 de agosto de 1994, com apenas 32 anos, no Instituto do Câncer da Cruz Vermelha, na capital fluminense.

Ela havia feito dois transplantes de medula, mas não resistiu a infecções decorrentes do segundo, realizado seis meses antes.

Em 1997, Alcine Alves, mãe da atriz, e Regiana Antonini, lançaram o livro “Monique Alves – A Favor da Vida”, retratando o diário que a artista havia feito registrando sua própria doença.

Whatsapp


Leia também