Com reprise, Globo cobra menos por patrocínio de Roberto Carlos; saiba quanto - TV História

Com reprise, Globo cobra menos por patrocínio de Roberto Carlos; saiba quanto

Whatsapp

Por conta da pandemia de Coronavírus, a Globo decidiu não produzir uma edição inédita do tradicional especial de Roberto Carlos. Dentre as alternativas possíveis, a emissora preferiu exibir a reprise de um show feito em Jerusalém, originalmente exibido em 2011.

Mas a decisão também terá impacto comercial. Pelo patrocínio de um conteúdo que não é novo, a emissora disponibilizou três cotas, cada uma delas no valor de R$ 1.945.760,00.

Para efeito de comparação, em 2019, a cota valia R$ 2.050.000,00. Também eram quatro as cotas disponíveis. A redução rompe uma sequência de reajustes que se mantinha, pelo menos, desde 2014.

Apesar do abatimento, porém, o show do intérprete de Emoções ainda tem o preço mais caro dentre os especiais de fim de ano. A seguir, o TV História revela quanto custa patrocinar os programas que serão exibidos nos últimos dias de 2020.

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE


Paulo Gustavo tem o segundo patrocínio mais caro

O segundo especial que mais pode render aos cofres da Globo é o de Paulo Gustavo. Para 220 V, a Globo abriu a oportunidade para dois patrocinadores no mercado nacional.

As marcas interessadas, devem desembolsar, cada uma R$ 1.525.600,00. Vale lembrar que, tanto Roberto Carlos quanto Paulo Gustavo serão exibidos na noite de terça, 22 de dezembro.

Na terceira posição dessa lista, está a Retrospectiva 2020. Uma única empresa poderá patrocinar o especial jornalístico, que vai ao ar em 29 de dezembro. Para isso, o valor fixado é de R$ 1.590.570,00.

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE


As Fernandas “valem mais” do que Ivete

Protagonizado por Fernanda Montenegro e Fernanda Torres, Gilda, Lúcia e o Bode tem cota única nacional de patrocínio fixada em R$ 1.223.975,00. Continuação direta de Amor & Sorte, o programa vai ao ar em 25 de dezembro.

O Show da Virada que, neste ano, apostará em um formato inédito – um espetáculo ao vivo com Ivete Sangalo e Gusttavo Lima – tem o valor do patrocínio nacional estipulado em R$ 845.625,00.

Nas primeiras horas de 2021, a Globo também prevê a exibição dos melhores momentos do Show da Virada do ano passado. Antes disso, próximo da meia-noite, a equipe de jornalismo assume a cobertura, como já tradicionalmente acontece.

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE


Filmes terão cotas locais

Ao contrário dos especiais nacionais, os filmes terão cotas locais, que apresentam uma variação considerável de acordo com o mercado de interesse.

Para o Cinema Especial, que exibe a animação Procurando Dory em 25 de dezembro (após Gilda, Lúcia e o Bode), a cota de patrocínio está sendo comercializada por R$ 281,00 em Cruzeiro do Sul, no Acre.

Este valor é quase 100 vezes menor do que o cobrado pelo patrocínio em São Paulo. No principal mercado do país, o anunciante paga R$ 227.944,00 pelo mesmo filme.

A título de curiosidade, há de se ressaltar também que, cidades do interior com porte médio / grande, possuem cotas mais altas do que algumas capitais.

Para o Festival Ano Novo, que vai ao ar, nos primeiros dias de janeiro, o patrocínio em Sorocaba (SP) vale R$ 24.453,00. Este valor supera o cobrado em Maceió, capital do Alagoas, que chega a R$ 11.754,00.

Sobre o autor

Piero Vergílio é jornalista profissional desde 2006. Já escreveu sobre diversos temas, mas há algum tempo, tem se dedicado ao que realmente gosta: trazer notícias sobre o universo da televisão. No Twitter, interage com outros fãs do veículo no perfil @jornalistavetv. Agora, sua história se cruza com a do TV História.



Leia também