Com carreira brilhante, veterano não merecia ficar marcado por bizarrices

Whatsapp

André Santana

O ator Stênio Garcia, que já emocionou o público em sequências de pura emoção nas novelas, protagonizou recentemente uma cena que não deve entrar em sua galeria de excelentes serviços prestados na TV: sua esposa, Marilene Saade, o tirou à força de uma entrevista.

Carga Pesada

“Desculpa! Mas não pode pegar coronavírus, você não pegou até agora e não vai pegar”, gritou a esposa do ator, enquanto o empurrava e tentava colocar uma máscara em seu rosto. “Socorro! Me deixa acabar, eu quero falar”, respondeu o ator, constrangido, diante de um atônito repórter.

Leia mais

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE

A cena, exibida no A Tarde É Sua, da RedeTV!, deu o que falar. Marilene Saade foi atacada nas redes sociais, acusada de maltratar Stênio, que tem 90 anos de idade. Após a péssima repercussão do ocorrido, Marilene se desculpou e disse que se descontrolou porque o ator enfrenta problemas de saúde. Stênio, por sua vez, defendeu a esposa, reforçando que ela é quem cuida dele.

Carga Pesada

Esta é a mais recente polêmica envolvendo o nome do eterno Bino, de Carga Pesada. Nos últimos anos, Stênio Garcia tem aparecido no noticiário mais por conta das situações bizarras em que vem se metendo do que pelo seu trabalho de ator.

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE

Golpe

Stenio Garcia

Recentemente, Stênio Garcia viu seu nome envolvido nas manchetes policiais. O ator contou que foi vítima de um golpe, no qual teve um prejuízo no valor de R$ 159 mil.

Em 2013, Stênio Garcia e Marilene Saade compraram três salas comerciais em um empreendimento imobiliário do Rio de Janeiro. A previsão era que o prédio ficasse pronto em 2017, mas isso nunca aconteceu. O ator entrou na justiça e ganhou a causa, mas, por conta da falência do empreendimento, ele não recebeu o que lhe é devido.

“Não tenho mais o que investir. Tudo o que eu tinha foi aí. Era o único dinheiro que eu tinha”, lamentou Stênio Garcia, em entrevista ao Notícias da TV.

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE

Demissão conturbada

A Vida da Gente

Entretanto, nada deu tanto o que falar quanto a sua conturbada demissão da TV Globo, empresa na qual trabalhou por 47 anos. Stênio Garcia foi um dos valores cortados da emissora, que vem mudando seu modelo de contrato com artistas e dado preferência a acordos por obra certa.

Stênio, que praticamente emendava uma novela na outra, viu os convites para a TV diminuírem depois de Salve Jorge (2012), última trama no qual atuou do início ao fim. Depois disso, ele foi requisitado apenas para participações especiais, como Deus Salve o Rei (2018), sua mais recente novela.

Com isso, em 2020, o ator publicou um vídeo nas redes sociais apelando por uma chance na TV.

“Meu nome é Stênio Garcia. Tenho 88 anos e quase 70 anos de carreira. Estou na Globo com contrato de prazo indeterminado desde 1973. No dia 4 de março recebi um cartão vermelho e se eu não for escalado ou reservado até o dia 30 de março terei o meu contrato abruptamente interrompido”, disse o artista.

Mas não teve jeito: em 30 de março de 2020, seu contrato chegou ao fim e, sem perspectiva de novo trabalho, Stênio Garcia não teve seu acordo renovado com a Globo.

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE

Briga com diretor

Silvio de Abreu

O ator creditou a falta de convites à gestão de Silvio de Abreu, diretor de teledramaturgia da Globo entre 2014 e 2020. De acordo com Stênio, o autor de Rainha da Sucata (1990) teria uma rixa com ele desde que o ator se separou da atriz Cleyde Yáconis, amiga pessoal de Abreu.

Em entrevista ao Notícias da TV, Garcia contou que foi demitido por razões pessoais. “Foi por uma razão meio boba. Minha mulher tinha falado mal do Silvio de Abreu no Instagram. Eu acho que qualquer pessoa que interfira no processo de trabalho de alguém não é bom, foi péssimo. Ele não é muito bom-caráter, não”, afirmou.

“Se ele procura tirar medidas sobre a pessoa que está trabalhando ao lado dele, não é boa pessoa, não quero confabular nada sobre ele. Descobri depois que ele misturou coisas pessoais com profissionais, isso não gosto, não. Ridículo, muito bobo”, cravou o artista, em entrevista publicada em maio de 2022.

Silvio de Abreu, que deixou a Globo e atualmente faz parte do núcleo de dramaturgia da HBO Max, rebatou as acusações.

“Essa história é completamente falsa. Nunca aconteceu. Primeiro porque não cabia a mim contratar ou dispensar quem quer que fosse. Esse trabalho era do RH. Eu nunca fui consultado sobre a dispensa do senhor Stênio, e ele nunca me procurou enquanto eu estava no cargo para pedir nada ou falar que tinha recebido o aviso”, explicou Abreu ao Notícias da TV.

Na mesma entrevista, Silvio de Abreu afirmou que a falta de papéis para Stênio na Globo aconteceu por conta de uma plástica mal feita que o ator teria feito.

“Havia uma rejeição por parte dos autores e diretores, não contra o indiscutível talento dele, mas por alguma intervenção estética que ele havia feito no rosto prejudicando as feições. Quando a sua aparência voltou ao normal, eu o escalei em Deus Salve o Rei, e ele fez um brilhante trabalho como o interventor”, disse.

Após a afirmação do ex-autor e diretor da Globo, Stênio Garcia pôs fim à discussão.

“Houve um erro de comunicação. A única coisa que fiz foi na minha boca, coloquei algumas porcelanas nos dentes, mas fora isso eu não fiz nada. Mas Silvio, sucesso na HBO. Pena que você não me chamou pra gente conversar e, quando eu tentei falar, não conseguiu me atender. A gente quer paz, que ele seja muito feliz na HBO. Se tudo não passou de equívocos, já foi, vamos seguir todos em frente. Passar uma borracha”, declarou Garcia ao NTV, em maio de 2022.

Nudes vazadas

Marilene Saade e Stenio Garcia

Até mesmo fotos íntimas expostas o ator Stênio Garcia enfrentou há alguns anos. Imagens do ator e de sua esposa nus circularam pela internet em 2015. Recentemente, o ator relembrou o episódio ao jornal Extra.

“Foi um episódio bem desagradável. Já tinha feito peça e filme nu, nunca tive pudor em tirar a roupa para o trabalho”, revelou. “Mas, nesse caso, foi uma invasão de privacidade mesmo”, completou o veterano.

Carreira brilhante

Stenio Garcia

É triste que um nome do quilate de Stênio Garcia seja mais lembrado por conta de polêmicas do que por sua brilhante trajetória. Pioneiro da TV, o artista de talento indiscutível é parte importante da história da televisão brasileira.

O ator começou no teatro em 1958, quando se formou no Conservatório Nacional de Teatro, no Rio de Janeiro, e logo estreou na TV, participando de Vigilante Rodoviário (1961), primeiro seriado nacional, produzido pela TV Tupi.

Em seguida, participou de sua primeira novela, As Minas de Prata (1966), na TV Excelsior, e não parou mais. Após muitos folhetins na Tupi e Excelsior, chegou à Globo em 1973, quando integrou o elenco de Cavalo de Aço.

O Dono do Mundo

Na emissora, participou de novelas históricas, como Gabriela (1975) e Saramandaia (1976). Em 1979, veio um de seus personagens mais marcantes, o Bino da série Carga Pesada (1979-81). Ao lado de Antonio Fagundes, Stênio fez uma das parcerias mais celebradas da televisão brasileira.

Com o fim da primeira fase da série, Stênio voltou às novelas, emplacando personagens marcantes, como Zé do Araguaia, de O Rei do Gado (1996), e tio Ali, de O Clone (2001). De 2003 a 2007, voltou a contracenar com Fagundes na segunda fase da série Carga Pesada.

Whatsapp


Leia também