CNN Brasil perde 9 de cada 10 telespectadores no horário nobre em apenas uma semana - TV História

CNN Brasil perde 9 de cada 10 telespectadores no horário nobre em apenas uma semana

Whatsapp

Uma semana depois de ter batido recordes com a cobertura das eleições americanas, a audiência da CNN Brasil voltou a despencar. Em apenas sete dias, o canal de notícias perdeu 9 de cada 10 telespectadores em parte do horário nobre, que concentra a maior parte dos investimentos de publicidade da televisão brasileira.

O levantamento obtido com exclusividade pelo TV História também aponta quedas acentuadas em outros horários. Nas manhãs, o CNN Novo Dia viu 80% de seu público desaparecer, e nas tardes, Carla Vilhena já é ameaçada pela Record News.

De acordo com os dados da Kantar Ibope Media, obtidos pela reportagem com fontes do mercado, a maior fuga de público da “inconfundível” foi no final do horário nobre, entre 23h50 e 0h. No dia 3, com a cobertura das eleições, o canal teve 0,47 no Painel Nacional de Televisão. Sete dias depois, no dia 10, a audiência caiu 96% e foi para 0,02 ponto com documentários enlatados.

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE


Quedas expressivas também foram registradas em outros horários. O Jornal da CNN voltou a ser freguês do News das 10: William Waack perdeu 8 de cada 10 telespectadores no confronto direto com o jornal da Record News, e foi superado pela rival durante toda a semana passada.

Durante todo o horário nobre, entre 18h e 0h, a queda da CNN Brasil tem aumentado dia após dia. Na terça, a emissora perdeu 28% de audiência em relação a semana anterior. Na quarta, a queda foi de 61%, enquanto na quinta-feira foi de 69%.

Nas manhãs, o CNN Novo Dia deixou de ser uma ameaça para GloboNews. O matinal comandado por Elisa Veeck, Rafael Colombo e Luciana Barreto perdeu 80% do público entre 9h e 10h na última quinta, dia 19. Na quarta, 18, a queda foi de 78%.

A situação não é diferente na faixa da tarde. Carla Vilhena e o seu Visão CNN já são ameaçados pela emissora da Record: na quinta, a edição das 13h do Hora News teve média de 0,25 ponto, contra 0,27 do noticiário da ex-apresentadora da Globo.

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE


Falando em ex-apresentadoras da Globo, Glória Vanique também ainda não conseguiu conquistar o público no reformulado CNN 360º, que continua distante da liderança. Ainda na quinta-feira, ele empatou com a Record News entre 16h44 e 18h, com 0,25 ponto para ambas — a GloboNews tinha 1,06 e a BandNews 0,09.

Na média/dia, contabilizada entre 7h e meia-noite, a auto-denominada “maior do mundo” também viu o seu público minguar com o passar dos dias. Na terça, foi de 0,34 para 0,26 ponto. Na quarta, de 0,60 para 0,21. E na quinta, de 0,59 para 0,20.

Todos os dados de audiência citados nesta reportagem são consolidados e, para uma leitura mais igualitária, se referem apenas aos telespectadores da televisão por assinatura. A audiência da Record News na televisão aberta foi desprezada para que todos os canais de notícias estivessem nas mesmas condições.



Leia também