Rejeitada por boa parte do público desde sua estreia à frente do Encontro, Patrícia Poeta terá uma nova arma para tentar reverter esta fase ruim.

Encontro com Patrícia Poeta

Em 2023, a apresentadora estará à frente de um quadro no qual pretende realizar o sonho de seus espectadores. Ou seja: vem choradeira por aí.

Vem aí… Desejo Meu

Encontro - Manoel Soares e Patrícia Poeta

O novo quadro do Encontro com Patrícia Poeta deve se chamar Desejo Meu. A ideia é que o matinal da Globo realize sonhos que estejam fora do âmbito material. Ou seja, nada de pedir um carro ou uma casa. A proposta é outra.

“O Desejo Meu realizará um sonho ou um desejo não material de duas pessoas, uma delas podendo ser famosa. Pode ser um reencontro, um abraço, a história de uma fotografia, a explicação para um desencontro, uma carta que não chegou, etc. Na plateia, estará a pessoa decisiva para realizar o desejo da outra de forma emocionante e surpreendente”, detalha o plano comercial da novidade, ao qual o TV História teve acesso.

A novidade deve estrear em janeiro no Encontro, mas seu lançamento ainda não está garantido. O matinal só apresentará o quadro se conseguir fechar um patrocínio exclusivo. O comercial da emissora já está em busca de um anunciante.

Sem polícia

Encontro com Patrícia Poeta

Caso Desejo Meu vá adiante, o Encontro deve ficar um pouco mais leve. A atração, desde que passou a ser comandada por Patrícia Poeta e Manoel Soares, ficou mais factual, repercutindo os acontecimentos do dia. Com isso, a pauta policial ganhou amplo espaço.

A aposta em assuntos de segurança e violência deu certo. O Encontro tem registrado boa audiência em seu horário de exibição. Por outro lado, as reclamações também cresceram. Muita gente acha o programa um tanto indigesto para as manhãs.

Rejeição

Encontro - Fátima Bernardes e Patrícia Poeta

Além disso, ao realizar os sonhos dos espectadores, haverá uma oportunidade para que Patrícia Poeta se aproxime mais de seu público. A apresentadora ainda tem uma imagem de dominadora muito forte, o que é entendido por parte da audiência como arrogância. Bem diferente de sua antecessora, Fátima Bernardes, que possuía um perfil mais conciliador.

As críticas com relação à maneira como Patrícia Poeta toca o programa e trata seu partner Manoel Soares diminuíram um pouco desde a estreia. Mas, ainda assim, as interrupções da apresentadora às falas de seu “parceiro” e dos convidados ganham ampla repercussão nas redes sociais.

Compartilhar.
Avatar photo

André Santana é jornalista, escritor e produtor cultural. Cresceu acompanhado da “babá eletrônica” e transformou a paixão pela TV em profissão a partir de 2005, quando criou o blog Tele-Visão. Desde então, vem escrevendo sobre televisão em diversas publicações especializadas. É autor do livro “Tele-Visão: A Televisão Brasileira em 10 Anos”, publicado pela E. B. Ações Culturais e Clube de Autores. Leia todos os textos do autor