Cenas comoventes: em 2002, cachorrinha foi maltratada no primeiro BBB - TV História

Cenas comoventes: em 2002, cachorrinha foi maltratada no primeiro BBB

Whatsapp

Em 2002, quando estreou o Big Brother Brasil, a Globo ainda estava fazendo adaptações no formato do reality, que já fazia sucesso em outros lugares do mundo. Um dos maiores erros da história do programa foi inserir a cachorrinha Mole dentro da casa.

No dia 3 de fevereiro, alguns dias após a estreia do BBB, a mascote entrou na casa. Rapidamente, se apegou ao participante Caetano, que não se entrosou com os demais integrantes do jogo.

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE


O problema é que Caetano foi o primeiro eliminado da história do reality. Foi comovente, no dia de sua saída, Mole tentando deixar a casa junto com ele. Nos dias seguintes, além de não receber atenção dos demais brothers, ela ficou bastante triste.

A ideia de inserir Mole dentro da casa foi do diretor do programa, Boninho. Da mesma forma, ele viu o erro e cogitou tirar a cadela do confinamento logo após a saída de Caetano.

No dia 10 de fevereiro de 2002, a Folha de S.Paulo fez uma reportagem onde especialistas disseram que a inclusão do animal no ambiente aflitivo do BBB não foi uma boa ideia. “Toda aquela tensão vai passar para o animal, que é envolvido pelos campos de animosidade. Isso vai gerar ainda muita insegurança nela, que já sofreu uma perda logo no início”, disse a veterinária Hanelore Fuchs, PhD em psicologia animal.

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE

“Se as outras pessoas não derem carinho a ela, a tendência é que fique sem referência na casa, podendo se isolar e até recusar comida”, disse Eufrate Almeida, diretor da ONG Quintal de São Francisco.

Por outro lado, o então diretor da Central Globo de Comunicação, Luís Erlanger, “afirmou que a cadela está muito melhor agora, na casa, do que antes, pois foi achada na rua”. Mole foi encontrada nas ruas do Rio de Janeiro em novembro de 2001, por uma consultora, que cedeu-a, com resistência, para o BBB.

Após muita discussão, Mole foi retirada da casa, sem muito alarde, por volta das 19 horas do dia 15 de fevereiro daquele ano.

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE


Após o término da primeira edição, em maio de 2002, Boninho disse, em entrevista à revista Playboy, que jamais repetiria esse erro.

“Aquela história com a cachorra, certamente não. Com a [cadela] Mole a brincadeira funcionou no começo. Só que eu não imaginei que, fora o Caetano, ninguém se lembraria de cuidar dela. Largaram a cachorra sem comida, água. Por isso eu a tirei de lá”, declarou.

Com o passar dos anos, outros pets foram inseridos dentro da casa, por poucas horas, como no BBB14, sem nenhum registro de problema.



Leia também