Ator se virou antes de voltar para a Globo: “Precisava pagar contas”

Whatsapp

De volta às novelas da Globo em Além da Ilusão, Marcos Breda nasceu em Porto Alegre, em 14 de outubro de 1960, e é graduado em Letras e Teatro.

Marcos Breda

No começo dos anos 1980, fez pequenas atuações em filmes realizados em Porto Alegre. Em 1985, integrou o elenco da peça Bailei na Curva, um grande sucesso do teatro gaúcho.

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE

No mesmo anos, mudou-se pra o Rio de Janeiro, onde estreou na televisão na minissérie O Tempo e o Vento.

Leia mais

Logo em seguida, mudou-se para São Paulo para tentar a sorte em um teste para o filme Feliz Ano Velho, versão do livro homônimo lançado por Marcelo Rubens Paiva em 1982.

Marcos Breda e Eva Wilma em Feliz Ano Velho

Acabou sendo o protagonista Mário e atuou ao lado de Malu Mader, Eva Wilma e Marco Nanini, papel com o qual ganhou o prêmio de Melhor Ator no Festival de Gramado.

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE

Em 1987, retornou ao Rio de Janeiro para trabalhar na novela Helena, da Rede Manchete. Tornou-se nacionalmente conhecido com sua participação na novela Mandala (1987), com o personagem Hans.

Nos anos seguintes, esteve em dezenas de trabalhos em diversas emissoras, como nas novelas Que Rei Sou Eu? (1989), Vamp (1991), Guerras do Sem Fim (1993), As Pupilas do Senhor Reitor (1995), Xica da Silva (1996), Zazá (1997), Tiro e Queda (1998), Paixões Proibidas (2006), Caras e Bocas (2009), O Rico e o Lázaro (2017). Nesta última, contracenou com o próprio filho, Daniel Breda.

“Aprendi a fazer TV com estruturas diferentes, desde produções com muita grana até aquelas com nenhum dinheiro. Quando vejo um colega reclamando que o café está frio, penso ‘você não sabe o que é trabalhar em condições adversas”, ponderou em entrevista ao UOL.

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE

Astrologia

Marcos Breda

Durante a pandemia da Covid-19, Marcos Breda viu as oportunidades de trabalho na área artística rarearem e, num primeiro momento, ficou sem saber o que fazer.

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE

Com o passar dos meses, percebeu que a ociosidade o fazia mal e que os trabalhos como locutor no estúdio improvisado dentro do seu armário não seriam suficientes para pagar suas dívidas.

Foi então que ele resolveu colocar em prática todo o aprendizado sobre Astrologia que teve desde 1987.

Até então, o ator fazia mapas astrais apenas para amigos e para dar de presente para mães grávidas que queriam saber o que os astros reservavam para o novo herdeiro. Com a pandemia, no entanto, o hobby virou profissão.

“O ano era para ser cheio de trabalho e virou sabático. E a Astrologia deu muito certo quando comecei a fazer profissionalmente, já que precisava pagar contas. É por vídeo, uma consulta que dura 90 minutos e que divido em três partes: explico o que é mapa astrológico, depois falo do mapa da pessoa e levanto possibilidades. Na sequência, abordo as direções, progressões e processos pelos quais ela poderá passar no futuro”, explicou o ator, que também tem gravado audiolivros.

Marcos Breda comemora já ter feito ao menos 150 mapas astrais em três meses, o que dá uma média de 50 clientes por mês. E ele conta que nem precisa usar as redes sociais para divulgar o trabalho que faz.

“O boca a boca tem gerado o melhor feedback. Quem já fez, indica outros. Às vezes não tenho dado conta. Estruturei uma metodologia pessoal e tem funcionado”, afirmou ele, que cobra em média R$ 300 e está sempre com a agenda lotada.

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE

Além da Ilusão

Antonio Calloni e Marcos Breda

Atualmente, o ator pode ser visto na novela Além da Ilusão. Na trama, ele vive Raimundo, comparsa de Matias (Antônio Calloni) a quem ele ajuda a fazer com que Davi (Rafael Vitti) acabe sendo preso e condenado pela morte de Elisa (Larissa Manoela), na obra escrita por Alessandra Poggi.

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE

Neste ano, Breda completará 40 anos de televisão e, quando assunto é atuação, ele deixa explícita sua paixão pela dramaturgia.

“Jamais vou parar de atuar. Comecei com 20 anos. Fiz 42 peças de tetro, mais de 30 filmes e 30 novelas. É uma vida toda trabalhando com isso. Adoro e vou conciliar com a astrologia até o fim dos meus dias”, finalizou, em conversa com o site F5.

Whatsapp


Leia também