Ator que se destacou em A Viagem teve mudança radical de vida

Whatsapp

Luiz Felipe Barros Martins Rodrigues nasceu em 21 de novembro de 1960, no Rio de Janeiro (RJ). Iniciou a carreira artística em 1978, ainda no colégio, depois fez uma peça atrás da outra.

Felipe Martins

Na televisão, sua primeira novela veio em 1985, em De Quina pra Lua. Nos anos 1980 e 1990, participou de Anos Dourados, Mandala, Top Model, Lua Cheia de Amor, Perigosas Peruas, Vira Lata, Uma Janela para o Céu e Labirinto.

O papel mais marcante de sua carreira foi em A Viagem, quando vivia Tato.

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE

Filho mais velho de Otávio Jordão (Antonio Fagundes), irmão de Dudu (Daniel Ávila).

Felipe Martins

Na trama, adora o pai, que considera seu amigo e ídolo. No começo da história, é um “mauricinho”. Depois, torna-se um rebelde, influenciado pelo espírito de Alexandre (Guilherme Fontes).

“Eu amei ter feito a novela. Até porque, pra mim, foi um desafio e uma honra trabalhar com o Fagundes e com os outros atores e atrizes da novela. Eu acho maravilhoso essa questão do espiritismo que a novela abordou, eu acho realmente uma religião muito inteligente. Eu tenho todas as religiões, eu respeito muito o que as pessoas acreditam e acredito muito em que nós possamos vencer”, declarou o ator ao jornal Extra.

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE

Diminuiu sua presença na TV

Nos anos 2000, ainda esteve em Os Maias, Pícara Sonhadora, O Beijo do Vampiro, Agora é que São Elas, Floribella e Vidas Opostas.

Depois disso, diminuiu drasticamente sua participação na televisão, tendo papeis em Negócio da China, A Lei e o Crime, A História de Ester, Vidas em Jogo (foto acima) e Pecado Mortal.

Seu último personagem no vídeo, até o momento, foi Isaac em Milagres de Jesus (2014).

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE

Por onde anda Felipe Martins?

Felipe Martins

Nos anos 1990 e 2000, ele viajou pelo Brasil ministrando palestras e cursos. Também fundou um Espaço Cultural em Botafogo, no Rio de Janeiro, atendendo mais de 12 mil alunos e revelando alguns nomes hoje famosos na televisão brasileira.

Atualmente com 61 anos e longe da televisão, ele mudou radicalmente sua vida. Mora em Teresópolis (RJ), com seus dois cães e faz esculturas.

Na cidade onde reside há 10 anos, também dá aulas de teatro para jovens carentes.

“Tenho cuidado dos meus cães, tentando refazer a minha horta, estamos com uma turma (teatro) de 18 alunos somente aos domingos desde outubro e ensaiando para quando for possível apresentar, usamos máscaras e mantemos o distanciamento, tudo com a autorização da prefeitura, é um trabalho diferente mas muito produtivo”, declarou ao jornal Extra no início do ano.

“Eu respeito muito o passado porque é ele quem nos ensina, não sou nostálgico, claro que eu tenho saudades, mas não são saudades doentias, isto é, ‘ai meu Deus, eu quero voltar naquele tempo’, não… É bola pra frente, mas aprendendo com o passado”, completou.

O ator também convive com alguns problemas de saúde, como uma diverticulite, no ano passado, e sonambulismo, mas segue firme e forte seu atual trabalho.



Leia também