Em 2007, ator armado invadiu a Globo em busca de Wolf Maya

Em 2007, ator armado invadiu a Globo em busca de Wolf Maya

Whatsapp

Muitas pessoas sonham em trabalhar na televisão, seja como ator, apresentador, modelo ou outras tantas profissões que fazem parte do meio audiovisual.

Não é fácil chegar até lá, mas muitos tentam por vários meios: vale ir até a porta da emissora, fazer contato com agência de modelos ou até a famosa “indicação”. Esses artifícios podem ajudar os pretendentes a realizar o sonho de estar na telinha.

Wolf Maya

No entanto, algumas vezes, o meio encontrado para mostrar o talento a alguém foge do comum. Em junho de 2007, durante as gravações da novela Cobras & Lagartos, um homem armado invadiu o Projac (atual Estúdios Globo) com a intenção de mostrar seu trabalho para o diretor Wolf Maya (foto acima).

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE

Palavras desconexas

Lázaro Ramos e Mariana Ximenes em Cobras & Lagartos

Ricardo Ackel Dualib, na época com 29 anos, fazia figuração na trama das sete. Sua participação, no entanto, durou pouco tempo, pois o ator foi demitido sumariamente por ter feito uma declaração para a atriz Mariana Ximenes, chamando-a de diva.

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE

Desempregado, Ricardo resolveu apresentar seus desenhos ao diretor Wolf Maya, porém o encontro foi de um jeito bem inusitado.

Armado, o ex-figurante adentrou os estúdios e rendeu um funcionário da Globo. Gritando palavras desconexas, ameaçou atirar nas câmeras caso não fosse atendido pelo diretor.

Ele conseguiu chegar até o setor B do Projac, onde a novela estava sendo gravada, e efetuou disparos para o alto, sendo rendido por uma equipe de segurança da emissora.

Ricardo foi preso e levado à delegacia, onde foi autuado por ter feito disparos com arma de fogo e uso de armamento de calibre restrito.

Em depoimento à polícia, disse que sua intenção era apenas mostrar seu trabalho para Wolf Maya e que não queria machucar ninguém. A polícia concluiu que o ator era “inteligente e bem articulado”, mas também inquieto e muito falador.

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE

Conselheiro do Corinthians

Alberto Dualib

Logo após o ocorrido, foi descoberto que Ricardo era neto do ex-presidente do Corinthians, Alberto Dualib (1919-2021), e conselheiro vitalício do clube. Na época, a família do ator não quis se pronunciar sobre o caso. Por conta do ocorrido, ele foi expulso do conselho do time paulista.

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE

Em entrevista à Folha de S. Paulo, o ator disse que queria apenas ter uma chance como profissional no audiovisual.

“Eu só queria uma oportunidade. Queria que Wolf Maya me ajudasse a transformar meu trabalho em desenho animado, coisa que só pode ser feita fora do Brasil, porque se trata de algo muito caro”, declarou.

Depois desse fato, Ricardo Dualib deixou de ser notícia e levou a sua vida longe dos holofotes e polêmicas.

Esse não foi o único caso em que uma pessoa invadiu a Globo armada. Em 2020, um homem invadiu a sede do jornalismo do canal carioca e fez a repórter Marina Araújo de refém. Ele alegava querer conhecer a todo custo a jornalista Renata Vasconcelos.

Whatsapp


Leia também