Astro que fez Levi em Pantanal perdeu a vida tragicamente em fazenda

Whatsapp

Rômulo Duncan Arantes Junior foi um dos galãs da teledramaturgia brasileira nos anos 1980 e 1990. Além de ator, ele mostrou talento para o esporte, ao participar, inclusive, da natação nos Jogos Olímpicos de Munique (Alemanha), em 1972, Montreal (Canadá), em 1976, e Moscou (Rússia), em 1980.

Romulo Arantes

Sua estreia na televisão foi na novela Brilhante (1981), de Gilberto Braga. Ele viveu Omar Silva, um personagem que era nadador.

“Em Indiana, nos Estados Unidos, onde morei durante nove anos, fiz um curso de teatro. Sou uma pessoa tímida demais, mas conseguia me desinibir em cena. Agora, realmente não esperava começar minha carreira artística pela novela das oito! Não é tão difícil (interpretar), porque o Osmar, na realidade, é o que eu sou: um atleta da natação. É como se eu estivesse interpretando a mim mesmo”, disse o ator ao jornal O Globo.

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE

Destaque em novelas

Rômulo Arantes

Contratado da Rede Globo, Rômulo atuou em várias novelas, como O Homem Proibido, Paraíso, Vereda Tropical e A Gata Comeu. Encerrou a carreira esportiva em 1987, quando focou somente na atuação.

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE

Depois disso, participou de Direito de Amar (1987) e Sassaricando (1987). Nesta última, ele se destacou vivendo Adônis.

Pantanal

Em 1990, contratado da Manchete, Rômulo foi um dos destaques da novela Pantanal, ao interpretar o vilão Levi, papel que ficou com Leandro Lima no remake produzido pela Globo.

“O Levi era um peão não domesticado que acreditava no amor, achava que a Muda estava destinada a ser sua mulher, o seu plug de energia positiva. Quando viu que ela não sentia o mesmo, acabou por caminhar para a morte. Foi um personagem importante e difícil, por suas fortes cenas”, declarou Rômulo ao jornal O Globo em agosto de 1990.

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE

Tragédia com ultraleve

Rômulo Arantes e filho

Também esteve presente em Riacho Doce (1990), Perigosas Peruas (1992), Quatro por Quatro (1994), Vira-Lata (1996), Xica da Silva (1996) e Canoa do Bagre (1997), última novela da sua carreira. Além de ator de novelas, Rômulo atuou também no cinema. E mais: era cantor e chegou a gravar um disco.

Sua carreira foi precocemente interrompida em 10 de junho de 2000, quando o ator sobrevoava sua fazenda em Maripá de Minas (MG) usando um ultraleve.

Naquele dia, aos 42 anos, Rômulo Arantes perdeu a vida depois que a aeronave sofreu uma pane antes de cair. O copiloto Fábio Amorim Ribeiro Ruivo também morreu na tragédia.

O ator acabou deixando um legado para o futuro da emissora: Rômulo era pai de Rômulo Arantes Neto, que acabou seguindo os passos do pai e se tornou um famoso nome do atual elenco da Globo, atuando em várias produções de sucesso, como Império, Êta Mundo Bom! e Espelho da Vida.

Whatsapp


Leia também