Artistas do Zorra Total que já morreram

Confira a lista de artistas e humoristas do Zorra Total, produzido pela Rede Globo entre 1999 e 2015, que infelizmente já nos deixaram.

Agildo Ribeiro

Um dos maiores nomes da televisão brasileira, o “Capitão do Riso” morreu em 28 de abril de 2018, aos 86 anos, em decorrência de problemas cardíacos.

Ariel Coelho – Abílio

O ator morreu aos 48 anos, em 28 de junho de 1999, vítima de infecção generalizada.

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE


Chico Anysio – Professor Raimundo / Alberto Roberto

Um dos maiores nomes da história da televisão brasileira, dava vida ao Professor Raimundo Nonato, o mestre da Escolinha. Criou o personagem nos anos 1950, ainda no rádio, indo para a televisão em 1957. Chico Anysio morreu em 23 de março de 2012, aos 80 anos, por falência múltipla de órgãos. O humorista já vinha tendo problemas de saúde há alguns anos.

Francisco Milani – Seu Saraiva / Pedro Pedreira

Outro grande humorista da história da televisão brasileira, Milani morreu no dia 13 de agosto de 2005, aos 68 anos, vítima de edema pulmonar agudo, consequências de um câncer retal metastático.

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE


Jorge Dória – Mateus / Maurição

Ator e humorista, nos deixou em 6 de novembro de 2013, aos 92 anos, no Rio de Janeiro (RJ). Estava afastado da TV desde 2005, quando sofreu um AVC. Morreu após complicações cardiorrespiratórias e renais.

Lúcio Mauro – Fernandinho / Da Júlia / Zé das Mulheres / Ambrósio

O humorista, que viveu personagens marcantes como Fernandinho (Balança Mas Não Cai/Zorra Total) e Aldemar Vigário (Escolinha do Professor Raimundo), e era pai de Lúcio Mauro Filho, morreu no dia 11 de maio de 2019, aos 92 anos, em decorrência de problemas respiratórios.

Nair Bello – Santinha

Uma das rainhas do humor na televisão brasileira, Nair Bello morreu em 17 de abril de 2007, aos 75 anos.

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE


Rogério Cardoso – Rolando Lero / Epitáfio

Um dos maiores humoristas do Brasil, Rogério Cardoso ficou eternizado como Rolando Lero, da Escolinha do Professor Raimundo. Cardoso morreu em 24 de julho de 2003, aos 66 anos, no Rio de Janeiro, vítima de infarto fulminante.

Paulo Silvino – Severino / Pataco

Mais um grande mestre do humor brasileiro, morreu em 17 de agosto de 2017, aos 78 anos, lutando contra um câncer de estômago.

João Carlos Barroso

Intérprete do inesquecível Toninho Jiló de Roque Santeiro, João Carlos Barroso atuou em inúmeras novelas e humorísticos da Rede Globo. Nos últimos anos, esteve em Zorra e Sol Nascente. Morreu em 12 de agosto de 2019, aos 69 anos, vítima de câncer no pâncreas.

Bernardo Jablonski – Aderbal

O ator e diretor morreu em 28 de outubro de 2011, aos 59 anos, vítima de câncer. Foi casado com a atriz Maria Clara Gueiros, com quem teve dois filhos.

Carvalhinho

Ator e humorista, Carvalhinho morreu em 1º de março de 2007, aos 79 anos, em virtude de uma parada cardiorrespiratória.

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE


Tutuca – Clementino

Tutuca morreu em 3 de dezembro de 2015, aos 83 anos, vítima de pneumonia seguida de uma parada cardíaca. Dois dias antes, ele havia sofrido um acidente vascular cerebral (AVC).

Zezé Macedo – Dona Bela

A atriz e humorista, uma das recordistas em participações no cinema nacional, morreu em 8 de outubro de 1999, aos 83 anos, após sofrer um derrame cerebral por conta de um aneurisma cerebral que se rompeu.

Marília Pêra – Elizabeth

A atriz morreu em 5 de dezembro de 2015, aos 72 anos, vítima de um câncer de pulmão.

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE


Yoná Magalhães – Dona Maria Louca

Uma das principais atrizes da teledramaturgia nacional, Yoná Magalhães morreu em 20 de outubro de 2015, aos 80 anos. Seu último trabalho foi em Sangue Bom (2013).

Elias Gleizer – Genaro

Sempre muito querido pelo público, o ator morreu em 16 de maio de 2015, aos 81 anos, por conta de complicações de uma broncopneumonia. Sua última participação na telinha foi em Boogie Oogie (2014), como o Padre Cláudio.

Cláudio Corrêa e Castro – Anacleto

O ator morreu em 16 de agosto de 2005, aos 77 anos, vítima de falência múltipla de órgãos.

Carmem Silva – Dadá

Grande nome do teatro brasileiro, Carmem Silva teve papeis marcantes em tramas como Os Ossos do Barão (1973) e Mulheres Apaixonadas, fazendo sucesso ao lado de Oswaldo Louzada. Morreu em 21 de abril de 2008, aos 92 anos, em Porto Alegre (RS), em decorrência de falência múltipla de órgãos.

Oswaldo Louzada – Dedé

O veterano ator morreu no dia 22 de fevereiro de 2008, aos 95 anos, no Rio de Janeiro (RJ), em decorrência de falência múltipla dos órgãos.



Leia também