Artistas de Perigosas Peruas que já morreram - TV História

Artistas de Perigosas Peruas que já morreram

Confira a lista de artistas de Perigosas Peruas, novela produzida em 1992 pela Rede Globo, que infelizmente já nos deixaram.

Guilherme Karan – Hector

Karan, que fez muito sucesso no humorístico TV Pirata, morreu em 7 de julho de 2016, aos 58 anos, em virtude de uma síndrome degenerativa, a doença de Machado-Joseph.

John Herbert – Cervantes

Pioneiro da televisão brasileira, o ator morreu em 26 de janeiro de 2011, aos 81 anos, vítima de enfisema pulmonar.

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE


José Lewgoy – Dom Branco Torremolinos

O ator, que interpretou diversos vilões em sua carreira, morreu em 10 de fevereiro de 2003, aos 82 anos, em decorrência de uma parada cardiorrespiratória.

Cassiano Gabus Mendes – Dom Franco Torremolinos

Pioneiro da televisão brasileira e autor de novelas de grande sucesso, fez uma participação como ator em Perigosas Peruas. Ele morreu em 18 de agosto de 1993, aos 64 anos, vítima de infarto, três semanas antes do desfecho de sua última novela, O Mapa da Mina.

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE


Nair Bello – Gema

A consagrada atriz e humorista morreu em 17 de abril de 2007, aos 75 anos, devido a falência múltipla de órgãos.

Flávio Migliaccio – Venâncio

O ator foi encontrado morteo em 4 de maio de 2020, aos 85 anos, em seu sítio, na localidade da Serra do Sambê, no município fluminense de Rio Bonito.

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE


Rômulo Arantes – Téio

Ator, cantor e nadador (chegou a disputar os Jogos Olímpicos), morreu em 10 de junho de 2000, aos 42 anos, num acidente de ultraleve, dois dias antes de fazer aniversário. É pai do também ator Rômulo Arantes Neto.

Irving São Paulo – Johann Boll

Morreu jovem, aos 41 anos, em 10 de agosto de 2006, em decorrência de uma pancreatite.

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE


Rosita Tomaz Lopes – Walkíria

A atriz, sempre associada a personagens elegantes, especialmente nas novelas de Gilberto Braga, partiu em 9 de março de 2013, aos 92 anos, por falência múltipla dos órgãos.

Carlos Kroeber – Michelângelo

Morreu em 12 de junho de 1999, aos 64 anos, vítima de insuficiência cardíaca e respiratória. Seu último trabalho foi na minissérie Labirinto, um ano antes.

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE


Leina Krespi – Ambrósia

A atriz morreu em 27 de maio de 2009, aos 70 anos, em consequência de um câncer no esôfago.

Chaguinha – Operário

Chaguinha participou de inúmeras novelas. Morreu em 3 de dezembro de 2014, aos 83 anos. A causa não foi revelada.

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE


Ariclê Perez – Promotora

A atriz morreu em 26 de março de 2006, aos 62 anos, dois dias após o término da minissérie JK. Ela caiu da janela do seu apartamento, em condições não explicadas. A maior hipótese é de suicídio.

Fábio Sabag – Dom Federico Visconti

Importante ator e diretor da televisão brasileira, morreu em 31 de dezembro de 2008, aos 77 anos, no Rio de Janeiro (RJ). Ele lutava contra um câncer de próstata.

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE


Ivan Cândido – Souza

O ator morreu em 31 de maio de 2016, aos 84 anos, vítima de pneumonia.

Mara Manzan – Senhoria

A atriz morreu em 13 de novembro de 2009, aos 57 anos, vítima de câncer de pulmão.

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE


Maria Alves – Funcionária do presídio

A atriz morreu no dia 8 de maio de 2008, aos 60 anos, vítima de câncer.

Mário Lago – Garcia

Grande nome da teledramaturgia nacional, o veterano ator morreu em 30 de maio de 2002, aos 90 anos, de enfisema pulmonar.

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE


Nelson Dantas – Delegado Palhares

Nelson, que era pai do também ator Daniel Dantas, morreu em 18 de março de 2006, aos 78 anos, vítima de uma parada cardiorrespiratória. Ele lutava contra um câncer no pulmão.

Norton Nascimento – Bombeiro

O ator morreu em 21 de dezembro de 2007, aos 45 anos. Ele teve falência cardíaca por quadro infeccioso pulmonar.

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE


Raul Cortez – Cartomante

Grande ator da história da teledramaturgia nacional, Raul Cortez morreu em 18 de julho de 2006, aos 73 anos, em São Paulo (SP). Desde 2004, lutava contra um tumor na região do pâncreas e do intestino delgado.

Rodolfo Bottino – Rodrigo Garcia

Bottino morreu em razão de uma embolia pulmonar, ocorrida durante um exame de ressonância magnética, em 11 de dezembro de 2011, aos 52 anos. Descobriu ser soropositivo na década de 1990; tratou abertamente do assunto, bem como de um câncer do pulmão, que o atingiu em 2006, e da anorexia grave, que o levou a pesar apenas 41 quilos.



Leia também