Artistas de Os Trapalhões que já morreram

Confira a lista de artistas de Os Trapalhões, humorístico exibido pela Rede Globo entre 1977 e 1995, que infelizmente já nos deixaram.

Mussum

Grande humorista da história da televisão brasileira, Antônio Carlos Bernardes Gomes, o Mussum, também foi músico e integrou o grupo Os Originais do Samba nos anos 1960. Estreou na televisão em 1965, no programa Bairro Feliz, da Globo. A partir de 1972, passou a fazer um trio com Renato Aragão e Dedé Santana, que viria a ser Os Trapalhões ainda naquela década. Mussum morreu em 29 de julho de 1994, aos 53 anos, vítima de complicações ocorridas após um transplante de coração.

Zacarias

Mauro Faccio Gonçalves, o Zacarias, nasceu em 18 de janeiro de 1934, em Sete Lagoas (MG). Trabalhou como bancário antes de virar radialista e ator. Participou de humorísticos como A Praça da Alegria e depois integrou o grupo Os Trapalhões a partir da metade da década de 1970, permanecendo até o final da vida. Morreu em 18 de março de 1990, aos 56 anos, de insuficiência respiratória, após ficar internado por nove dias. Apesar das especulações de que havia morrido de AIDS, o boato sempre foi negado pela família.

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE


Carlos Kurt

Ator conhecido por participar de diversos humorísticos, como Os Trapalhões, morreu em 4 de março de 2003, aos 70 anos, vítima do mal de Alzheimer. Geralmente fazia o papel de vilão nas esquetes do humorístico.

Dino Santana

Irmão de Dedé Santana, morreu em 26 de dezembro de 2010, aos 70 anos, em decorrência de câncer de próstata. Fez diversas novelas e humorísticos em várias emissoras.

Ted Boy Marino

Ator e lutador de luta livre nascido na Itália, Ted Boy Morino foi galã nos anos 1960. Participou do programa Os Adoráveis Trapalhões, na TV Excelsior, considerada a primeira formação do grupo, ao lado de Wanderley Cardoso, Ivon Cury e Renato Aragão. Geralmente fazia o papel de vilão nas esquetes de Os Trapalhões, onde trabalhou durante vários anos, principalmente na década de 1980. Morreu em 27 de setembro de 2012, aos 72 anos, vítima de uma parada cardíaca durante a realização de uma cirurgia.

Tião Macalé

Ator, músico e humorista, tinha o bordão “ih, nojento, tchan” como marca registrada. Morreu em 26 de outubro de 1993, aos 66 anos, vítima de infecção pulmonar. Já enfrentava problemas de saúde desde o ano anterior.

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE


Felipe Levy

O ator participou de diversos humorísticos, como Bronco, Os Trapalhões e A Praça é Nossa, além de diversas novelas. Morreu em 9 de julho de 2008, aos 69 anos, vítima de um ataque cardíaco.

Jorge Lafond

O ator, humorista e dançarino participou de diversos humorísticos, como Viva o Gordo e Os Trapalhões, se destacando especialmente em A Praça é Nossa, onde fazia o papel de Vera Verão. Lafond morreu em 28 de dezembro de 2002, aos 50 anos. Era hipertenso e tinha problemas cardíacos. Depois de uma parada cardiorrespiratória, foi internado, sofreu complicações renais e fez diálise. Faleceu em virtude de um infarto fulminante e falência múltipla de órgãos.



Leia também