Artistas de América que já morreram

Confira a lista de artistas de América, novela produzida em 2005 pela Rede Globo, que infelizmente já nos deixaram.

Eva Todor – Miss Lane

Grande atriz da televisão, do teatro e do cinema, Eva Todor viveu Miss Lane na novela. Depois disso, ainda esteve em tramas como Caminho das Índias e Salve Jorge, além de ter revivido a inesquecível Kiki Blanche, de Locomotivas, na segunda versão de Ti Ti Ti (2010). Longe da TV desde 2012, ela morreu em 10 de dezembro de 2017, aos 98 anos, no Rio de Janeiro (RJ). Sofria de Parkinson e Alzheimer, além de problemas cardíacos, e morreu em decorrência de uma pneumonia.

Guilherme Karam – Geraldito

Grande parceiro de Glória Perez em suas tramas, o ator vivia o crooner Geraldito naquela que foi sua última novela. Ele, que fez muito sucesso no humorístico TV Pirata, morreu em 7 de julho de 2016, aos 58 anos, em virtude de uma síndrome degenerativa, a doença de Machado-Joseph.

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE


Lucy Mafra – Claudete

A atriz, que viveu Claudete na novela, morreu em 5 de dezembro de 2014, aos 60 anos, com falência múltipla dos órgãos, insuficiência respiratória e neoplasia de pulmão. Nos últimos anos de vida, teve uma intensa depressão.

Paulo Goulart – Mariano

Na trama, Mariano era o padrasto de Sol (Deborah Secco). O personagem era um homem de princípios rígidos e valores morais inabaláveis. Paulo Goulart, um dos grandes nomes da história da televisão brasileira, morreu em 13 de março de 2014, aos 81 anos, em decorrência do câncer.

Regina Maria Dourado – Dona Graça

A atriz viveu Dona Graça, casada com Gomes (Walter Breda) e mãe de Ariovaldo (Anderson Müller). Ela morreu em 27 de outubro de 2012, em Salvador (BA), aos 60 anos, após perder a luta contra o câncer.

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE


Participações especiais

Lafayette Galvão esteve na trama como o padre que vai dar a extrema-unção para Tião (Murilo Benício). Ele morreu em 7 de junho de 2019, aos 87 anos, após complicações de uma sépsis pulmonar.

Mara Manzan, a eterna Odete de O Clone (“cada mergulho é um flash”) fez uma participação especial na reta final da trama como a mãe de Creusa (Juliana Paes). Ela morreu em 13 de novembro de 2009, aos 57 anos, vítima de câncer de pulmão.

Marly Bueno, que viveu a Senhora Mattos, morreu no dia 12 de abril de 2012, aos 78 anos.

O respeitado ator Nelson Xavier viveu Santiago em participação especial na trama. Depois de muitas outras presenças em novelas da emissora, nos deixou em 10 de maio de 2017, aos 75 anos, em Uberlândia (MG), vítima de câncer de pulmão.

Nildo Parente participou da trama como médico de Tião. Depois de participar de mais algumas produções da Globo e da Record, morreu em 31 de janeiro de 2011, aos 75 anos, um mês após sofrer um AVC (acidente vascular cerebral).

Flávio Migliaccio, que participou como um médium, foi encontrado morto em seu sítio, no interior do Rio de Janeiro, no dia 4 de maio de 2020, aos 85 anos. Ao lado do corpo, foi deixada uma carta de despedida. Sua última novela foi Órfãos da Terra (2019).



Leia também