Artista foi obrigada a se mudar por causa de Vai na Fé: “Fui chamada”

Whatsapp

Carolina Dieckmann mantém uma rotina dividida entre dois países. Ela mora fora do Brasil há muitos anos e só volta para cá esporadicamente para cumprir com as suas obrigações profissionais.

Vai na Fé - Carolina Dieckmann e Samuel de Assis
Divulgação / Globo

No momento, a atriz está no país para dar vida à Lumiar, advogada e professora de Direito em Vai na Fé. O papel vivido por Carolina na atual novela das sete da Globo é diferente de tudo que ela já fez na televisão.

Antes disso, ela esteve no Brasil durante as gravações da novela O Sétimo Guardião (2018) e da série de humor Novelei – produzida numa parceria entre Globo e YouTube.

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE


Leia mais

Vida nos States

Carolina Dieckmann e Tiago Worcman
Reprodução / Instagram

Carolina Dieckmann mora em Miami, nos Estados Unidos, desde 2016. Ela vive com o marido, Tiago Worcman, a quem sempre acompanha em seus trabalhos mundo afora. Eles estão casados desde 2007 e são pais de José, de 15 anos.

Devido a suas idas e vindas, a loira mantém uma casa no Rio de Janeiro, onde ficará durante a exibição de Vai na Fé.

“Agora vou passar um ano inteiro no Brasil. Fui chamada para a novela Vai na Fé e ficarei este período – entre preparações e gravações – por aqui”, contou em entrevista para a Revista Quem no ano passado.

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE


Anonimato desejado

Mulheres Apaixonadas - Carolina Dieckmann e Erik Marmo
Divulgação / Globo

A experiência de morar em um país que não é o seu proporcionou à atriz (na foto acima, com Erik Marmo em Mulheres Apaixonadas) uma vida anônima, o que ela nunca conseguiu no Brasil, já que começou a trabalhar com apenas 15 anos.

“A vida nos Estados Unidos está ótima, uma experiência que está valendo muito a pena. Lá eu sou anônima, não sou observada. É diferente, eu fico livre. Não existe algo que eu faça lá e não fazia aqui, porque nunca me permiti deixar de fazer minhas coisas por ser famosa, nunca deixei a fama atrapalhar minha vida, mas é diferente não ser notada”, disse ao portal Ego em 2016.

“Não queria passar pela vida sem ter a experiência de anônima. Pude olhar para a minha carreira. Volto com aprendizados, e indico que as pessoas morem fora do lugar onde nasceram. Você vira um analista de si mesmo”, afirmou ao UOL.

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE


, eu falei: ‘Vai, que eu dou um jeito de estar com você’. Foi isso que eu fiz, ele foi, eu tava gravando uma novela, acabei, gravei dois trabalhos indo e voltando [de um país para o outro]”, completou.

Whatsapp


Leia também