Apresentadora que chorou na Record está passando por fritura na emissora

Âncora do Jornal da Record e uma das estrelas do jornalismo da emissora, Adriana Araújo, que recentemente teve uma crise de choro após uma edição, está passando por um processo de fritura no canal.

A informação foi dada por Daniel Castro, do site Notícias da TV. De acordo com o jornalista, a redação do Jornal da Record tem vivido dias tensos, com a linha editorial ao gosto do presidente Jair Bolsonaro, o que vem desagradando profissionais da emissora.

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE


Na semana passada, Adriana fez dois vídeos em seu perfil no Instagram, onde cobra agilidade na divulgação dos dados de infectados e mortos por conta da Covid-19, causada pelo novo coronavírus, e criticou o governo.

Esses fatos, somados à postura da apresentadora no comando do telejornal e de edições extras no Instagram, não agradou pessoas da cúpula da Record.

“Tanto que ela não voltou mais a criticar o governo e, indiretamente, a emissora em que trabalha. Há quem aponte que ela vem tentando interferir na linha editorial, colocando “cacos” nos textos e criando uma situação para forçar uma situação para forçar uma rescisão contratual sem multa e, assim, ir para a CNN Brasil”, informou Daniel Castro.



Leia também