Aposta da Band, Tá na Tela estreava há três anos unindo jornalismo policial com entretenimento



1 – O programa Tá Na Tela era apresentado por Luiz Bacci, tendo estreado em 4 de agosto de 2014.

2 – A atração era veiculada de segunda a sexta, das 15h30 às 17h, antecedendo o Brasil Urgente, de José Luiz Datena.

3 – O apresentador foi contratado pela Band em maio de 2014, sendo apresentado em chamadas veiculadas na programação, inclusive durante a Copa do Mundo realizada naquele ano.

4 – Anteriormente, Bacci estava na Record, onde apresentava o Balanço Geral e o Cidade Alerta nas folgas de Marcelo Rezende.

5 – A primeira aparição de Bacci no canal aconteceu no programa Pânico na Band. O apresentador também foi entrevistado no Agora É Tarde, apresentado por Rafinha Bastos.

6 – O programa era uma mistura de jornalismo policial com entretenimento.

7 – A atração contava com plateia, que acompanhava o desempenho de Bacci no palco.

8 – Rumores veiculados na imprensa afirmavam que o custo mensal da produção era de R$ 2 milhões, o que não foi confirmado pela emissora.

9 – Na estreia, em 4 de agosto, o programa exibiu imagens da ex-prostituta Hilda Furacão, que vivia em um asilo de Buenos Aires, Argentina. A mesma reportagem havia sido exibida no dia anterior pelo Fantástico. Então, Bacci sugeriu que o programa global teria copiado a ideia de sua produção.

10 – Também na semana de estreia, o Tá na Tela exibiu uma entrevista com o funkeiro MC Bio G3, tido como suspeito de assassinar o colega MC Daleste. Dias depois, o cantor deu entrevista à RedeTV!, criticando o programa de Bacci e afirmando que a atração era sensacionalista.

11 – Ainda na mesma semana, Datena criticou Bacci ao vivo, dizendo que o programa dele haveria usado matérias escaladas para o Brasil Urgente.

12 – Em seus poucos meses de existência, foram exibidas reportagens sobre temas bastante variados, como crime, esoterismo, conspirações, sexualidade e dramas de famosos.

13 – A equipe de reportagem contava com a jornalista Silvana Kieling, famosa por suas matérias na fase áurea do Domingo Legal (SBT).

14 – Outro elemento reutilizado do programa de Gugu foi a trilha sonora exibida em plantões e matérias de suspense: Nucleogenesis, do compositor Vangelis.

15 – Ao longo de sua existência, o programa exibiu matérias antigas, feitas originalmente por outros programas da emissora, como o extinto Muito+ e o jornalístico A Liga.

16 – O programa foi cancelado no dia 31 de dezembro de 2014, quando a Band anunciou uma política de corte de custos.

17 – Luiz Bacci permaneceu na emissora por mais alguns meses, ancorando o noticiário matutino Café com Jornal. Em março de 2015, retornou à Rede Record.





Leia também