Após ser contratada, atriz de Pantanal esperou 20 anos para estrear na Globo

Whatsapp

Uma atriz foi contratada pela Globo em 1982, mas só estreou nas produções da emissora 20 anos depois. Parece estranho, mas foi o que aconteceu com Jussara Freire.

A Dona do Pedaço

Estrela da Tupi, onde estreou na televisão em 1974, ela acertou com a Globo e estava prestes a estrear em Terras do Sem Fim, exibida entre 1981 e 1982, quando perdeu o papel de Ester para Sura Berditchevsky (foto abaixo).

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE

A atriz já havia gravado cerca de 15 capítulos quando a direção optou pela troca. Jussara, pasmem, não foi sequer requisitada para outras produções durante a vigência deste seu primeiro contrato com a Globo.

Leia mais

Terras do Sem Fim

No ano seguinte, ingressou na Band. Em 1984, a atriz migrou para o SBT. Chegou a se afastar da telinha para dar atenção aos filhos Maria e Caetano e tratar uma síndrome do pânico.

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE

Retorno ao vídeo

Pantanal

Em 1990, atendendo convite do diretor Jayme Monjardim, arrebanhou todos os prêmios de TV por seu desempenho como Filó, em Pantanal, da Manchete.

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE

“Sabia que não era mais uma garotinha, que teria um confronto com jovens e não seria mais paparicada como antes. Mas descobri que não existe idade, e sim comportamentos, resultando tudo numa coisa só”, explicou a atriz ao jornal O Globo de 17 de junho de 1990.

A estreia na Globo se deu quase 20 anos após o primeiro acerto entre as partes: em 2001, na minissérie Os Maias, quando ela viveu Amélia.

“Todo mundo acha que sou cria da Globo. Mas fui a última de Pantanal a ir para lá. Estreei em 2001, na minissérie Os Maias. Fiz duas cenas, mas o Luiz Fernando Carvalho queria atores de primeira linha até para dizer bom dia”, contou ao jornal O Globo de 20 de julho de 2008.

Trabalhos na Globo e na Record

Pecado Mortal

Em 2002, enfim, veio a primeira novela: Coração de Estudante. Em seguida, fez a malsucedida Esperança, Cabocla e Belíssima, interpretando a fofoqueira Tosca.

A atriz fechou com a Record em 2006, integrando o elenco de Vidas Opostas, onde voltou a conquistar prêmios, Chamas da Vida, Máscaras, Pecado Mortal, Milagres de Jesus, Plano Alto, Escrava Mãe e Apocalipse. Nesse meio tempo, ainda fez Uma Rosa com Amor no SBT, em 2010.

O retorno à Globo aconteceu em 2019, quando ela viveu Nilda em A Dona do Pedaço. Atualmente com 71 anos, a atriz integrou o elenco de Quanto Mais Vida, Melhor!, vivendo Tuninha, empregada da casa de Paula (Giovanna Antonelli).

Colaborou Duh Secco

Whatsapp


Leia também