Após lutar contra câncer, Léo Rosa, de Vidas Opostas e Amor de Mãe, morre aos 37 anos - TV História

Após lutar contra câncer, Léo Rosa, de Vidas Opostas e Amor de Mãe, morre aos 37 anos

Whatsapp

Morreu nesta terça (09), aos 37 anos, o ator Léo Rosa. Ele lutava desde 2017 contra um câncer nos testículos, que acabou se espalhando pelo corpo.

Em 2019, Léo fez uma vaquinha para custear o andamento do tratamento, no valor de R$ 180 mil, e também pediu um emprego.

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE

“De grão em grão o caminho se constrói. Em coletivo! Aceito trabalhos de ator/diretor/jardineiro/poeta também para poder bancar esse processo com recursos próprios, auxiliando a meta. Quero poder cobrir os custos dessa nova etapa do processo de cura com o meu trabalho também, além do que me for ofertado! Confio. Acredito. Me preparo! Recebo”, postou nas redes sociais.

O ator anunciou que estava recuperado em janeiro de 2020, quando ganhou um papel em Amor de Mãe, na Globo. “Voltar a trabalhar, pisar no estado de cena de novo, que desafio”, declarou. Mas o câncer acabou voltando.

Leonardo Rosa da Silva nasceu em Porto Alegre (RS), em 13 de dezembro de 1983. Começou sua carreira no teatro, em 2003.

Na televisão, estreou em 2006, logo como protagonista, em Vidas Opostas, da Record. Depois, ainda esteve em Amor e Intrigas (2007), Promessas de Amor (2009), Rei Davi (2012), Balacobaco (2012), Milagres de Jesus (2015) e Escrava Mãe (2016).

A participação em Amor de Mãe, como César, foi seu último trabalho na televisão.



Leia também