Após enfrentar doença rara, atriz perdeu status de estrela da Globo

Whatsapp

Maria Cláudia de Souza Santos, apesar de ter começado a carreira de modelo aos 16 anos, só ganhou notoriedade na década de 1970, sendo uma das mulheres mais fotografadas do país e eleita a mulher mais bonita do Brasil em 1978.

Maria Claudia

Cobiçada e presente no imaginário masculino da época, a atriz foi capa da Playboy. Ela era sobrinha do também ator Luís Delfino, ou seja, a arte está no sangue.

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE

Maria Cláudia estreou na televisão na novela Verão Vermelho (1970), de Dias Gomes, e não parou mais. A partir daí, fez pelo menos uma novela por ano.

O Bem-Amado

Seguiu em Assim na Terra Como no Céu (1970), Minha Doce Namorada (1971), Selva de Pedra (1972), O Bem-Amado (1973) e O Rebu (1974).

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE

Papeis de destaque

Te Contei

Vale destacar sua atuação em Te Contei? (1978), quando estava no auge de sua carreira, interpretando Shana. A personagem era tão adorada pelo público que se tornou referência de moda, beleza e comportamento.

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE

Mais um imenso sucesso e inesperadamente uma das últimas novelas que Maria esteve no elenco foi Pão Pão, Beijo Beijo (1983), novela das seis que será apresentada pelo canal Viva a partir desta segunda (16).

Na trama de Walter Negrão, que mesclava a realidade do subúrbio e da classe média alta carioca, Maria Cláudia foi Luísa, uma empresária sensata e bem sucedida, que precisa socorrer a irmã dondoca Bruna (Elizabeth Savala), que se envolve num acidente de carro juntamente com Ciro (Cláudio Marzo), um motorista de ônibus, e Soró (Arnaud Rodrigues), um carroceiro humilde.

Pão Pão Beijo Beijo

Assim começa a trama e as confusões que fizeram da novela um imenso sucesso. Depois do acidente, eles são demitidos de seus respectivos empregos, e Luísa se vê na obrigação de contratar os dois para trabalhar. Ciro vai para o escritório e Soró se torna jardineiro numa das casas da família.

Com o passar do tempo, Ciro se apaixona pela mimada Bruna, que o despreza e humilha a todo momento. Ele se compromete a ascender profissionalmente, para ter sucesso e posses e assim conquistar a amada. O que ninguém esperava é que Bruna começa a se interessar pelo empregado, assim como Luísa. Este triângulo amoroso se estende por quase toda trama, alternando entre mentiras e mistérios, até que Ciro e Luísa se entregam ao amor.

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE

Doença rara

Pão Pão Beijo Beijo

Durante as gravações, Maria Cláudia já apresentava sintomas de uma rara doença nas cordas vocais, que a deixou totalmente sem voz. Ela foi obrigada a deixar as novelas para se submeter a um duro e longo tratamento.

Dessa forma, perdeu espaço na televisão. Foram mais de 10 anos tentando voltar à dramaturgia, o que aconteceu em 1992, para uma destacada participação em Deus Nos Acuda (Globo). Essa foi, no entanto, sua última novela na emissora.

Depois disso, ela voltou ao gênero somente em 2004, quando foi contratada pela Record para atuar em A Escrava Isaura. Na emissora, ainda esteve em Caminhos do Coração (2007), Amor e Intrigas (2008) e Louca Família (2010). Também participou de Uma Rosa com Amor (2010), no SBT.

Por onde anda Maria Cláudia?

Maria Claudia

Na época, os comentários eram que sua carreira tinha acabado, mas a atriz explicou que houve apenas uma pausa para o tratamento, até que suas cordas vocais se recuperassem.

Ela ainda deu uma rara declaração para o jornal O Globo, em 2007, explicando sua ausência das novelas.

“Não pintou mais convite, mas não sei o motivo. Tenho, inclusive, o maior carinho por todos na Globo. Mas, como não me chamavam, e pedra que não rola cria limo, pensei que estava na hora de correr perigo. Nascer, viver e morrer no mesmo lugar é muito limitador”, disparou.

Atualmente com 72 anos, Maria Cláudia é viúva do jornalista, escrito e filósofo Luiz Carlos Maciel, e não teve filhos.

Whatsapp


Leia também