Após emagrecer, Claudia Raia provou que não tinha Aids: “Mancha na minha vida”

Whatsapp

Cláudia Raia passou por uma situação embaraçosa há quase 30 anos. Em 1992, ela convocou uma coletiva de imprensa para provar que não estava com Aids.

Claudia Raia

No dia 11 de fevereiro daquele ano, a atriz mostrou um exame que provava que ela não tinha o vírus HIV.

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE

Ela ainda apresentou uma queixa-crime contra o infectologista e professor Ricardo Veronesi, que fez comentários informais sobre a saúde da atriz, dizendo que ela estaria com a doença.

“É uma coisa muito chata e incômoda essa acusação. Sou uma pessoa pública, que vive da imagem, sempre associada à saúde. Não tenho que dar satisfações a ninguém, mas não tenho uma vida sexual promíscua e já sabia que o resultado seria negativo”, declarou a atriz.

Ela ainda contou que precisou emagrecer para estar leve para dançar no espetáculo Não Fuja da Raia.

“Qualquer pessoa que emagrece é logo vista como aidética e existe um preconceito no Brasil contra os artistas. O Collor é a maior vítima desses comentários”, disse a atriz. “Isso foi uma mancha na minha vida”.

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE

Processo arquivado

Claudia Raia e Edson Celulari

Na época, a queixa-crime foi arquivada pelo juiz Antônio Lopes da Silva, da 1ª Vara Criminal do Fórum Regional da Lapa, na capital paulista. A atriz ainda foi condenada a pagar as custas do processo.

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE

Segundo o advogado de Veronesi, J. B. Viana de Moraes, não havia justa causa para a ação penal.

“O fato não constituiu um delito, em função das circunstâncias. O professor Veronesi se limitou a comentar algo que era público e notório, pois a própria Cláudia Raia havia dado entrevista a um jornal do Rio Grande do Sul sobre os boatos que falavam da doença”, declarou.

Já a advogada da atriz, Denise Portela, acreditava que o processo foi arquivado antes do tempo normal de tramitação, já preparando um recurso para tentar anular a sentença.

De acordo com a matéria, inicialmente não quis comentar o processo, mas lamentou que os artistas “sejam alvo da imaginação fantasiosa das pessoas. Ela atribuiu ao médico “atos atentatórios contra sua honra”.

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE

“Ele fez os comentários em cima dos boatos. O professor seria incapaz, como cientista profissional renomado, de agredir a honra de qualquer pessoa”, afirmou o advogado do médico.

“O próprio Conselho Regional de Medicina de São Paulo abriu uma sindicância sobre assunto, mas arquivou o processo sobre a possível falta de ética”, completou, dizendo também que o médico estava pensando em processar a atriz por danos morais.

Caso sumiu da mídia

Claudia Raia

No início de novembro, em novo encontro com jornalistas, Cláudia disse que não descansaria enquanto não fosse reparada moralmente.

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE

No entanto, essa foi a última vez que o caso foi registrado na mídia.

Na época, a atriz estrelava a novela Deus nos Acuda, onde se envolveu com Edson Celulari.

Depois disso, ainda esteve em muitos sucessos, como Torre de Babel, Terra Nostra, Belíssima, A Favorita e Ti Ti Ti, entre outros.

Longe das novelas desde Verão 90 (2019), Cláudia, que faz 55 anos nesta quinta (23), estaria em Além da Ilusão, próxima novela das seis da Globo, mas acabou deixando o elenco da produção.

Whatsapp


Leia também