Após drible na Globo, primeira novela inédita a retornar vai ignorar coronavírus - TV História

Após drible na Globo, primeira novela inédita a retornar vai ignorar coronavírus

Whatsapp

Fora do ar desde 20 de abril por conta da pandemia causada pelo novo coronavírus, Amor Sem Igual, da Record, será a primeira novela brasileira inédita a voltar ao ar, no próximo dia 28 de outubro, às 21 horas.

A emissora deu um drible na Globo, que retornará com Salve-se Quem Puder e Amor de Mãe, ao que tudo indica, apenas em 2021, além de preparar a estreia de Nos Tempos do Imperador na faixa das seis.

Para habituar novamente o público ou oferecer uma oportunidade para quem ainda não viu a trama, a Record exibe, desde 22 de setembro, um compacto dos 93 capítulos já mostrados, obtendo, inclusive, bons resultados no Ibope.

A novela de Cristianne Fridman não vai abordar o coronavírus em sua história, ao contrário, por exemplo, de Amor de Mãe, da Globo. No entanto, algumas mudanças foram feitas em seu roteiro, ainda não adiantadas pela autora. Serão exibidos mais 45 capítulos inéditos.

“Mudamos muita coisa para atender aos protocolos criados, para que todos os envolvidos na novela tivesse segurança para trabalhar. A Record TV e a Casablanca conduziram tudo com muito cuidado e deu tudo certo. Estamos no ar”, declarou Cristiane ao site oficial da emissora.

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE


“Sem falsa modéstia, acho que uma das qualidades da novela é o ritmo dela. Tem sempre algo acontecendo e na reta final este ritmo é mais intenso ainda. Surpresas, emoção, ação, humor, romance elevados a mil! Não dá para perder um capítulo”, completou.

História

Amor Sem Igual conta a história da prostituta Angélica, a Poderosa, interpretada pela atriz Day Mesquita, que desperta o amor de Miguel, vivido por Rafael Sardão, um trabalhador rural de bom caráter. A trama é ambientada na cidade de São Paulo.

Além do casal protagonista, outros nomes de peso completam o elenco, como Juan Alba, Selma Egrei, Françoise Forton, Heitor Martinez, Thiago Rodrigues, Sthefany Brito, Ernani Moraes, Paulo Figueiredo, Barbara França, Eduardo Lago, Beth Zalcmann, Gabriel Gracindo, Pedro Nercessian, Castrinho e Manuela do Monte, entre outros.



Leia também