Após anos de Record, atriz exalta volta à Globo: “Não dá nem para comparar”

Whatsapp

Além da Ilusão, próxima novela das seis da Globo, tem estreia prevista para ocorrer no próximo dia 7 de fevereiro. Escrita por Alessandra Poggi, a trama contará com Larissa Manoela e Rafael Vitti como protagonistas, além de grande elenco composto, entre outros, por estrelas como Paloma Duarte.

Paloma Duarte

Na trama, a atriz interpretará Heloísa e será filha de Afonso, vivido por Lima Duarte, seu avô na vida real, com quem irá brigar muito na história. Ambos vão morar juntos no engenho da família, mas a relação deles será muito difícil porque o patriarca a obrigou a entregar sua herdeira recém-nascida à adoção.

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE

O último trabalho de Paloma na Globo havia sido em 2019, quando atuou em Malhação: Toda Forma de Amar após 15 anos de afastamento da emissora.

Malhação

A atriz, hoje com 44 anos, é filha de Débora Duarte e Antonio Marcos e faz o tipo ‘sincerona’. Recentemente, em suas redes sociais, um seguidor perguntou para se ela preferia trabalhar na Globo ou na Record, onde ela esteve entre 2006 e 2013. Ela foi enfática ao escolher a emissora dos Marinho.

“Fiz grandes amigos na Record, fui bem feliz o tempo que estava lá. Mas não dá nem para comparar, né? Em termos de estrutura, de know-how… A Globo, né, gente?”, respondeu.

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE

Carreira

Grande Pai

Paloma começou na carreira artística em 1986, aos nove anos, quando atuou na peça teatral Zé Adulto, Zé Criança. Dois anos mais tarde, participou de um episódio de Armação Ilimitada.

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE

Sua estreia ‘oficial’ na telinha, entretanto, foi em 1991, no seriado Grande Pai, do SBT, quando interpretou uma pré-adolescente cheia de conflitos internos.

A artista assinou contrato com a Globo em 1993, onde interpretou uma gama de personagens adolescentes em Renascer (1993), Tropicaliente (1994), O Fim do Mundo (1996) e Anjo de Mim (1996), ganhando notoriedade com o público jovem.

Tropicaliente

Em 1996, aos 18 anos, posou para a revista Playboy, sendo uma das mais jovens a aparecer na publicação.

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE

Trabalhou ainda em Hilda Furacão (1998), Pecado Capital (1998), Terra Nostra (1999), Porto dos Milagres (2001) e Mulheres Apaixonadas (2003). Nesta última, ela interpretou a mimada Marina, personagem que vivia um triângulo amoroso, ao lado de Rodrigo Santoro e Camila Pitanga.

Apesar de não ser antagonista da trama, na época a personagem tornou-se uma das mais detestadas por atrapalhar o principal casal jovem da trama. Em 2004, Paloma integrou o elenco de Começar de Novo.

Cidadão Brasileiro

Como já citado, a atriz foi para a Record em 2006, onde atuou em Prova de Amor, Cidadão Brasileiro, Luz do Sol, Poder Paralelo, Máscaras e Pecado Mortal.

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE

Em breve, poderemos voltar a ver a atriz na telinha na nova trama das seis. A trama, que ainda nem começou, já passou por vários contratempos, como a substituição de Pedro Vasconcelos por Luiz Henrique Rios na direção artística, os adiamentos impostos pela pandemia e toda uma logística que precisou ser adotada pela Globo para as gravações em meio ao aumento de casos.

O papel de Paloma, inclusive, seria de Gabriela Duarte, que acabou deixando o elenco do folhetim.

Whatsapp


Leia também