Apartamento milionário e demais bens de Jô Soares têm destino incerto

Whatsapp

Jô Soares nos deixou há um mês, em 5 de agosto de 2022, após uma vida toda dedicada às artes. Com passagens por Record, SBT e Globo, além de grande contribuição ao teatro e à literatura, o humorista amealhou um grande patrimônio, mas não conta com herdeiros diretos.

Jô Soares

Alguns dos principais itens de seu inventário serão o duplex onde ele morava, no bairro de Higienópolis, na região central de São Paulo, avaliado em R$ 7 milhões, e uma mansão em Vinhedo, no interior de São Paulo, de R$ 15 milhões.

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE

“Foi baratíssimo”

Flávia Pedras e Jô Soares

Leia mais

O apartamento fica num prédio que conta apenas com um apartamento por andar, com imóveis a partir de 620 metros quadrados, ao menos quatro dormitórios e quatro vagas na garagem. Além de Jô, também mora no edifício a apresentadora Adriane Galisteu, da Record.

“Eu mudei para cá em 1991. Quando eu vendi a casa que eu tinha, nós fomos morar num apartamento alugado. Num domingo, a Flávia [Pedra Soares, sua ex-mulher] acordou e disse pra gente procurar uma casa. Eu falei: ‘Mas tá tão bom aqui, pra quê?’. Mas aí a gente foi e procurou pela cidade toda, passamos por cinco ou seis apartamentos, todos caríssimos e mínimos”, contou o apresentador ao programa Estrelas, de Angélica, em 2011.

“Aí as duas corretoras falaram: ‘É, então não tem mais nada. Só tem um apartamento antigo, mas tem dois inconvenientes, não tem salão de festas nem tem playground’. Eu falei que era esse que eu queria. Aí quando chegamos aqui e eu vi essa sala, essa madeira toda, eu disse que era esse mesmo. E foi baratíssimo”, completou.

Jô ainda comprou outra unidade no mesmo edifício e dividiu o espaço em dois, criando uma espécie de espaço cultural, como biblioteca, escritório, ateliê e um estúdio. Na outra parte, era sua residência.

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE

Sem herdeiros diretos

Sylvia Bandeira e Jô Soares

Jô Soares foi casado três vezes, mas estava solteiro quando morreu. Ele teve apenas um filho, Rafael Soares, que faleceu em 2014, aos 50 anos. O apresentador também não tinha irmãos. Ou seja, Jô não tinha herdeiros diretos.

O artista foi casado com Teresa Austregésilo (1933-2021), com quem teve o filho Rafael. Depois que se separou de sua primeira esposa, o artista se casou com a atriz Sylvia Bandeira. Seu último casamento foi com Flávia Pedras, com quem viveu entre 1987 e 1998.

Como o apresentador estava solteiro e já não tinha filhos, seus herdeiros devem ser indicados por meio de um testamento. Mas, caso Jô Soares não tenha deixado documentado que são os seus herdeiros, seu patrimônio deve ser dividido entre os herdeiros de acordo com a ordem da vocação hereditária.

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE

O que diz a lei

Jo Soares com Filho Rafael

De acordo com o site da Istoé, a ordem sucessória é estabelecida pelo Código Civil e, na falta de esposa e filhos, são considerados irmãos, sobrinhos, tios, primos, tio-avô e sobrinho-neto. Porém, nestes casos, uma classe de herdeiros exclui a outra.

“Se o falecido tiver esposa e filhos, os pais não recebem nada. Se tiver apenas esposa, a herança será dividida entre ela e os pais do falecido. Se tiver apenas pais, ou apenas esposa, os irmãos não têm direito à herança.

Se tiver apenas irmãos (e nenhum herdeiro necessário), os tios e sobrinhos não irão herdar coisa alguma, e assim por diante. Se o autor da herança quiser beneficiar algum parente que não seja herdeiro necessário, ele deverá fazer um testamento”, explicou a advogada Danielle Freitas no site Jus Brasil.

Jô Soares não teve irmãos e, sendo assim, não tinha sobrinhos. Com isso, caso o apresentador não tenha deixado um testamento, seu patrimônio deve ser dividido entre seus parentes mais próximos vivos, como primos. No entanto, esses detalhes ainda não foram revelados.

Whatsapp


Leia também