Amargurado, aluno da Escolinha perdeu metade do corpo antes de partir

Artista ficou famoso pelo trabalho ao lado de Chico Anysio

Whatsapp

Em todos os anos em que ficou no ar na televisão brasileira, a Escolinha do Professor Raimundo, comandada por Chico Anysio, deu espaço a inúmeros comediantes e consagrou vários personagens que, até hoje, povoam o imaginário popular.

Elenco da Escolinha do Professor Raimundo
Elenco da Escolinha do Professor Raimundo

O corintiano João Bacurinho é um destes casos. O tipo foi um dentre vários personagens interpretados por Olney Cazarré, comediante que nos deixou cedo demais, aos 45 anos, após amputar praticamente metade do corpo.

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE

Sucesso na TV

Olney Cazarré
Olney Cazarré (Reprodução / Web)

Filho dos atores Darcy Cazarré e Déa Selva e irmão de Older Cazarré, Olney Cazarré estreou no cinema aos três anos e chegou à TV em 1963, no programa O Riso é o Limite. Depois disso, vieram muitos filmes, humorísticos e novelas.

Cazarré se consagrou no humor ao participar de grandes clássicos da nossa televisão, como O Planeta dos Homens (1978), Chico Anysio Show (1982) e Humor Livre (1984), além da Escolinha do Professor Raimundo.

Leia mais

No entanto, o ator passou também por novelas, como Rosa dos Ventos (1973), Vila do Arco (1975), Meu Rico Português (1975) e Os Apóstolos de Judas (1976). Na Globo, participou de Feijão Maravilha (1979).

 

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE

Personagens marcantes

Feijão Maravilha
Ivan Setta, Felipe Carone e Olney Cazarré em Feijão Maravilha

João Bacurinho, da Escolinha do Professor Raimundo, é um dos personagens mais lembrados da carreira de Olney Cazarré. No entanto, muita gente nem sabe que foi ele quem deu popularidade a outro personagem que, até hoje, encanta crianças e adultos: o Pica-Pau.

Isso porque o ator também era dublador, profissão que abraçou após ser contratado pela AIC (Arte Industrial Cinematográfica). Ele começou como projecionista, nos anos 1960, mas não demorou para que ele assumisse os microfones e dublasse vários filmes e desenhos.

Olney Cazarré foi o principal dublador do Pica-Pau no Brasil, mas não o primeiro – Luis Manuel dublou antes, mas há poucos registros deste trabalho. Ele chegou a ser substituído por Garcia Junior em meados dos anos 1970, mas reassumiu o personagem na década de 1980 e o dublou até sua morte.

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE

Morte trágica

Irmãos Cazarré
Olney Cazarré e Older Cazarré

Porém, a brilhante carreira de Olney Cazarré foi interrompida por conta de graves problemas cardíacos devido a uma tromboangeíte obliterante. Por conta da doença, ele perdeu os movimentos das pernas e precisou amputá-las.

Cazarré, que é tio-avô de Juliano Cazarré – o Pascoal de Fuzuê -, acabou falecendo por conta do problema. Ele morreu em 19 de janeiro de 1991, aos 45 anos de idade.

O corpo do ator foi sepultado no Cemitério de São João Batista, em Botafogo, na zona sul do Rio de Janeiro. Pouco mais de um ano depois, seu irmão Older também faleceu, ao ser atingido por uma bala perdida enquanto dormia em casa.

Whatsapp


Leia também