Sucesso da Globo, A Indomada quase teve elenco bem diferente

Sucesso da Globo, A Indomada quase teve elenco bem diferente

Whatsapp

Clássico de Aguinaldo Silva e Ricardo Linhares, A Indomada, terminava há 24 anos, em 10 de outubro de 1997, com um elenco um “tantinho diferente” do inicialmente planejado.

Adriana Esteves regressava à Globo, após uma breve passagem pelo SBT, com jornada dupla: nos primeiros capítulos, deu vida à Eulália, moça de origem nobre apaixonada pelo cortador de cana Zé Leandro (Carlos Alberto Riccelli); na segunda fase, foi Lúcia Helena, filha de Eulália, que se casa com Teobaldo Faruk (José Mayer), cumprindo o combinado por seu tio, Pedro Afonso (Cláudio Marzo), reavendo assim a usina de sua família.

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE

Ambas as personagens foram destinadas, inicialmente, a Cláudia Abreu – que, na época, atuava na linha de shows, em produções como A Comédia da Vida Privada (1995-97) e A Vida Como Ela É (1996-97), quadro do Fantástico.

Já Leandra Leal se encarregou de Lúcia Helena na juventude, época em que a heroína parecia querer namorar o bom amigo Artêmio (Bruno Gradim; posterirormente, Marcos Frota), mesmo estando prometida a Teobaldo. A atriz, no entanto, fora escalada a princípio para o papel de Carolaine, filha do prefeito Ypiranga Pitiguary (Paulo Betti).

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE

Leandra, revelada em Explode Coração (1995), celebrou a troca de personagem, já que, estando presente apenas na fase inicial, poderia se dedicar mais aos estudos e a uma viagem ao exterior.

Carolaine e Ypiranga eram, respectivamente, neta e genro de Pitágoras Mackenzie, personagem que rendeu os troféus APCA e Imprensa de melhor ator para Ary Fontoura. O tipo, contudo, fora proposto a Marco Nanini – ausente das novelas desde Pedra Sobre Pedra (1992), também de Aguinaldo Silva e Ricardo Linhares (com Ana Maria Moretzsohn).

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE

Nanini, comprometido com a produção da minissérie Dona Flor e Seus Dois Maridos, acabou recusando.

Também revelado em Explode Coração – e alvejado, logo de cara, por críticas da imprensa e do público – Ricardo Macchi quase ganhou uma “segunda chance” em A Indomada. Escalado para viver Egídio, secretário (e admirador) da juíza Mirandinha (Betty Faria), Macchi acabou substituído pelo estreante Licurgo Spínola por conta de sua “falta de recursos”, na avaliação do diretor de núcleo Paulo Ubiratan, segundo informações do jornal Folha de São Paulo (12 de janeiro de 1997).

Nas primeiras listas de elenco de A Indomada, também constam Bruna Lombardi, Eloísa Mafalda, Hugo Carvana, Marieta Severo, Nathalia Timberg, Regina Dourado e Rogério Cardoso – sem personagens relacionados.



Leia também