A história do futebol americano no Brasil

Whatsapp

Apesar de muita gente não fazer ideia que existe futebol americano no Brasil, o esporte tem se desenvolvido e vem se tornando cada vez mais popular. Hoje em dia, é comum ver em nosso país pessoas com camisas dos times da NFL e das ligas brasileiras ou até comentando e postando fotos sobre esse esporte nas redes sociais.

Após a primeira transmissão da Liga Profissional Norte-americana, a famosa National Football League (NFL), aqui no Brasil, mais pessoas puderam ter acesso ao esporte, que ficou mais popular. O interesse dos brasileiros pelo esporte é tão grande que, em 2018, o Brasil foi o quarto país estrangeiro com mais ingressos para o Super Bowl, atrás apenas de Canadá, México e Austrália.

O mercado de apostas esportivas em jogos da NFL também é sucesso por aqui, sendo possível apostar em todos os jogos realizados durante a temporada regular e os playoffs. Não é por acaso que os grandes sites de apostas como o br.netbet.com, a Bet365 e o Sportsbet.io possuem sites totalmente em português (BR) totalmente voltado para o público brasileiro.

Leia mais

Aqui no Brasil, a modalidade é organizada pela CBFA (Confederação Brasileira de Futebol Americano), que é a responsável por estabelecer as regras para ligas e equipes nacionais.

Como funciona o Futebol Americano

O futebol americano é uma modalidade coletiva de contato que começou a se desenvolver em meados do século XIX, nos Estados Unidos, adequando-se com o passar dos anos até adquirir uma estrutura mais elaborada. De acordo com a narrativa histórica mais aceita a respeito de suas origens, a organização esportiva dessa modalidade teve início com uma partida disputada entre as universidades de Harvard e Yale.

Nesse jogo, os times encontraram conflitos em relação às regras utilizadas, visto que um se baseava nas regras do rugby enquanto outro se fundamentava no soccer (futebol europeu). Desse modo, as equipes buscaram integrar suas regras, sobretudo em relação à corrida com a bola e à atribuição de pontos, para realizar o jogo.

O jogo em si é disputado com 11 jogadores de cada lado e, além da força bruta, que vem do rugby, também exige do jogador qualidades como: velocidade, capacidade técnica e tática, agilidade, pensamento rápido, etc. No início, os jogadores não usavam equipamentos de proteção, o que gerou muitas lesões e traumas. O governo americano então interveio e, a partir desse momento, tornou-se obrigatório o uso de equipamentos de proteção, como ombreiras e capacetes.

Chegada do esporte ao Brasil

Aqui o futebol americano ganhou destaque graças às transmissões televisivas, o canal de TV por assinatura ESPN transmite os jogos da NFL desde a temporada de 1992 e, segundo dados do Ibope divulgados pela ESPN, a final da NFL do ano de 2016, o chamado Super Bowl, teve audiência de 62% dos televisores ligados no horário do evento.

Com o aumento da popularidade do futebol americano no país, surgiram equipes e ligas nacionais. Em 2009 foi organizado o Torneio Touchdown. Equipes de diversos estados brasileiros participaram do campeonato, que teve como campeã a equipe carioca Rio de Janeiro Imperadores. Mais tarde, em 2010, as equipes que participaram do Torneio Touchdown se uniram para a criação da LBFA (Liga Brasileira de Futebol Americano), que deu origem à Confederação Brasileira de Futebol Americano.

Atualmente a modalidade apresenta diversas equipes no país, entre elas: Corinthians Steamrollers (SP), Palmeiras Locomotives (SP), Vasco da Gama Patriotas (RJ), Recife Pirates (PE), Flamengo F. A. (RJ), Cuiabá Arsenal (MT), Coritiba Crocodilles (PR) e Galo F.A. (MG).

Whatsapp


Leia também