9 personagens de Novo Mundo e Nos Tempos do Imperador que estiveram em outras novelas

9 personagens de Novo Mundo e Nos Tempos do Imperador que estiveram em outras novelas

Whatsapp

Pegando carona em Nos Tempos do Imperador, relembro outras produções, entre novelas e minisséries, que retrataram personagens importantes da família imperial brasileira, no primeiro e segundo impérios.

Confira:

João VI

Filho de D. Maria I, príncipe regente de Portugal. Com a morte de sua mãe, tornou-se rei. Chegou ao Brasil com a comitiva portuguesa, em 1808. Em 1821, retornou a Portugal. Faleceu em 1826.

Jorge Cherques na novela Dona Beija (1986); Cássio Gabus Mendes e André Mattos na minissérie O Quinto dos Infernos (2002); Beto Vandesteen na novela Liberdade Liberdade (2016); e Léo Jaime na novela Novo Mundo (2017).

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE

Carlota Joaquina

Esposa de D. João VI, imperatriz do Brasil e depois Rainha de Portugual. Espanhola de “sangue quente”, conspirou contra o próprio marido. Chegou ao Brasil com a comitiva portuguesa, em 1808. Em 1821, retornou a Portugal. Faleceu em 1830.

Bibi Ferreira na minissérie Marquesa de Santos (1984); Xuxa Lopes na novela Dona Beija (1986); Raíssa Medeiros e Betty Lago na minissérie O Quinto dos Infernos (2002); Suzana Ribeiro na novela Liberdade Liberdade (2016); e Débora Olivieri na novela Novo Mundo (2017).

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE

Pedro I

Filho mais velho de D. João e Carlota Joaquina, sucessor ao trono de Portugal. Proclamou a independência do Brasil e tornou-se o primeiro imperador do país. Abdicou de seu reinado no Brasil a favor de seu filho pequeno, D. Pedro de Alcântara, e partiu definitivamente para Portugal, onde veio a falecer três anos depois.

Tarcísio Meira na novela Saramandaia (1976), repetindo o papel que havia feito no cinema (em 1972); Gracindo Jr. na minissérie Marquesa de Santos (1984); Tarcísio Filho na novela Dona Beija (1986); Marcos Pasquim na minissérie O Quinto dos Infernos (2002); e Caio Castro na novela Novo Mundo (2017).

Leopoldina

Princesa austríaca, primeira mulher de D. Pedro, com quem casou-se em 1817. Faleceu em 1826, no Rio de Janeiro. Apesar de retratada como uma mulher humilhada com as relações extraconjugais do marido, a historiografia mais recente tem reivindicado a Leopoldina uma imagem menos passiva na história nacional.

Maria Padilha na minissérie Marquesa de Santos (1984); Érika Evantini na minissérie O Quinto dos Infernos (2002); e Letícia Colin na novela Novo Mundo (2017).

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE

Domitila de Castro Canto e Melo, a Marquesa de Santos

Nasceu em São Paulo em 1797. A mais notória das amantes de D. Pedro I, o conheceu em agosto de 1822, dias antes da Proclamação da Independência, quando ainda era casada. Em 1826, recebeu do imperador o título de marquesa. Faleceu em São Paulo, em 1867.

Maitê Proença na minissérie Marquesa de Santos (1984); a cantora Marlene na novela Helena (1987); Luana Piovani na minissérie O Quinto dos Infernos (2002); e Agatha Moreira na novela Novo Mundo (2017).

Pedro II

Pedro de Alcântara, filho de Pedro I e Leopoldina, teve sua maioridade antecipada para que governasse o Brasil. Foi coroado imperador em 1842, aos 15 anos, com o título D. Pedro II. Com a proclamação da República, em 1889, foi deposto e a família imperial exilada, na Europa. Faleceu em Paris, em 1891.

Cláudio Corrêa e Castro na novela Sangue do Meu Sangue (1969); Marcelo Picchi na novela Helena (1987); Carlos Kroeber nas minisséries Abolição (1988) e República (1989); Silvio Bund na novela Sangue do Meu Sangue (o remake de 1995); Ricardo Pavão, como um falso D. Pedro II, na novela Bang Bang (2005); e Selton Mello em Nos Tempos do Imperador.

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE

Teresa Cristina

Princesa de origem italiana e espanhola, casou-se com D. Pedro II em 1843. A família imperial brasileira foi exilada em 1889, depois da Proclamação da República. Este foi um duro golpe para a imperatriz, que adoeceu e faleceu, em Portugal, um mês depois da deposição da monarquia.

Filomena Luiza na novela Sangue do Meu Sangue (o remake de 1995); Regina Macedo nas minisséries Abolição (1988) e República (1989); e Letícia Sabatella em Nos Tempos do Imperador.

Princesa Isabel

Filha de D. Pedro II e Tereza Cristina, herdeira do império do Brasil. Nasceu no Rio de Janeiro em 1846. Casou em 1864 com o nobre francês Conde d’Eu. Serviu três vezes como regente do império enquanto seu pai viajava pelo exterior. Durante sua última regência, promoveu a abolição da escravidão, assinando a Lei Áurea, em 1888. Com a Proclamação da República, a família imperial foi exilada. Faleceu na França, em 1921.

Márcia Real na novela Sangue do Meu Sangue (1969); Ana Lúcia Torre na novela Memórias de Amor (1979); Tereza Rachel nas minisséries Abolição (1988) e República (1989); Joyce de Oliveira na novela Pacto de Sangue (1989); Irene Ravache na novela Sangue do Meu Sangue (o remake de 1995); Rosamaria Murtinho na minissérie Chiquinha Gonzaga (1999); e Any Maia e Giulia Gayoso em Nos Tempos do Imperador.

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE

Gastão, o Conde D’Eu

Nobre francês nascido em 1842. Tornou-se príncipe imperial do Brasil por seu casamento com a Princesa Isabel. Em 1889, foi exilado com a família imperial. Faleceu em 1922, no Oceano Atlântico, durante a viagem para o Brasil para celebrar o centenário da independência brasileira.

Waldemar Rocha na novela Memórias de Amor (1979); Odilon Wagner nas minisséries Abolição (1988) e República (1989); Lafayette Galvão na minissérie Chiquinha Gonzaga (1999); Daniel Torres em Nos Tempos do Imperador.

Whatsapp


Leia também