7 de maio na história da TV: em 1982, Jogo da Vida terminava na Globo - TV História

7 de maio na história da TV: em 1982, Jogo da Vida terminava na Globo

Whatsapp

Confira os principais fatos que aconteceram no dia 7 de maio na história da televisão brasileira:

No dia 7 de maio de 1974, terminava a novela O Semideus (Globo).

Novela de Janete Clair, mostrava a trama envolvendo Hugo Leonardo, um homem rico e presidente das indústrias da família Leonardo, que sumiu misteriosamente. O jornalista Alex Garcia fez uma investigação sobre o sumiço de Hugo. Tarcísio Meira, Glória Menezes, Francisco Cuoco, Maria Cláudia e Juca de Oliveira, entre outros, estavam no elenco.

No dia 7 de maio de 1981, terminava o programa Alerta Geral (Globo).

Exibida dentro do Sexta Super, a atração, apresentada por Alcione, levava ao palco grandes nomes da nossa música e fazia um alerta sobre as dificuldades do músico brasileiro.

No dia 7 de maio de 1982, terminava a novela Jogo da Vida (Globo).

Silvio de Abreu, em conluio com os diretores Jorge Fernando e Guel Arraes, foi inserindo aos poucos elementos da comédia pastelão a esta crônica de costumes desenvolvida por Janete Clair. Acabou que a tragédia de Jordana (Glória Menezes) – dona de casa abandonada pelo marido que recebe como herança quatro estátuas cheias de dólares – se transformou numa hilariante aventura, que marcou a faixa das 19h.

No dia 7 de maio de 1982, terminava a série O Coronel e o Lobisomem (Cultura).

Enquanto Casa de Pensão substituía Pic Nic Classe C às 19h30, O Coronel e o Lobisomem – de José Cândido de Carvalho, adaptado por Chico de Assis – ocupava a vaga de As Cinco Panelas de Ouro, às 22h, dentro da faixa Tele Romance. Jonas Mello deu vida ao protagonista, Coronel Ponciano de Azeredo Furtado. Ainda, Abrahão Farc, Liana Duval, Henrique César, Regina Braga e Walter Breda.

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE


No dia 7 de maio de 1984, estreava a novela Partido Alto (Globo).

A Globo promovia a união de dois promissores autores: Aguinaldo Silva, oriundo da linha de minisséries, e Gloria Perez, que havia concluído Eu Prometo (1983) após a morte de Janete Clair. Devido aos métodos de trabalhos divergentes, Aguinaldo e Gloria optaram por desmanchar a parceria – ela conduziu a trama até o fim. Em cena, os conflitos de Isadora (Elizabeth Savala) em busca da mãe, Nanci (Lílian Lemmertz), e do amor, ao lado do professor Maurício (Cláudio Marzo), acusado de assassinato. Também o bicheiro Célio Cruz (Raul Cortez) e sua relação com Jussara (Betty Faria), porta-bandeira da escola de samba Unidos do Encantado.

No dia 7 de maio de 1984, estreava a minissérie Anarquistas, Graças a Deus (Globo).

Baseado no romance autobiográfico de Zélia Gattai, a minissérie contou no elenco com Débora Duarte, Ney Latorraca, Marcos Frota, Daniele Rodrigues, Afonso Nigro e Christiane Tricerri, entre outros.

No dia 7 de maio de 1987, estreava o humorístico A Praça é Nossa (SBT).

Após um curto período na Rede Bandeirantes, Carlos Alberto de Nóbrega levou a sua praça para o SBT. Velha Surda, Canarinho, Nhô Moraes, Homem do Bumbo, Catifunda, entre outros, passaram pelo banco da praça em seu início. No programa de estreia, Silvio Santos fez uma longa homenagem a Carlos Alberto e ao seu pai, Manuel da Nóbrega.

No dia 7 de maio de 1990, estreava a novela Mico Preto (Globo).

Novela de Marcílio Moraes, Leonor Bassères e Euclydes Marinho. A trama mostrava a trajetória de Firmino do Espírito Santo, funcionário público honesto, porém azarado. A produção era estrelada por nomes como Luís Gustavo, Glória Pires, José Wilker e Miguel Falabella, mas não obteve grande audiência.

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE

No dia 7 de maio de 1991, estreava a minissérie Meu Marido (Globo).

A minissérie mostrava a busca de Maria (Elizabeth Savala), que lutava para tirar da cadeia o marido Carlos Zanata (Nuno Leal Maia), após ter sido preso em flagrante pela polícia com cocaína em seu carro.

No dia 7 de maio de 1995, terminava o programa Casa do Terror (Globo).

Programa exibido nas noites de domingo, trazia histórias de terror com bom humor. Apenas dois episódios foram ao ar: A Vingança de Edmundo ou Drag não é Droga: Pratique, e O Bebê de Rosineide. Ney Latorraca, Guilherme Karan, Isadora Ribeiro, Eva Todor, Sergio Mamberti, entre outros, faziam parte do elenco.

No dia 7 de maio de 1999, terminava a segunda versão da novela Pecado Capital (Globo).

Pupila de Janete Clair, Gloria Perez se encarregou de atualizar os originais da autora, datados de 1975. Embora muito bem em seus personagens – Lucinha e Salviano Lisboa – Carolina Ferraz e Francisco Cuoco não funcionaram como casal, o que comprometeu o bom andamento do remake. Destaque para Eduardo Moscovis, ratificando seu talento como Carlão, taxista corrompido pelo dinheiro de um assalto a banco esquecido em seu carro.

No dia 7 de maio de 2004, terminava a novela Chocolate com Pimenta (Globo).

Sucesso de Walcyr Carrasco, mostrava a saga de Ana Francisca (Mariana Ximenes), uma jovem que perdeu a família e foi trabalhar na fábrica de chocolates Bombom. Ela fez grande amizade com Ludovico (Ary Fontoura), sem saber que ele era o dono da fábrica. Ana engravida de Danilo (Murilo Benício), o galã da cidade, que acaba abandonando Ana. Ludovico se casou com Ana para não deixá-la sozinha, porém ele morre e Ana torna-se a herdeira. Ela então voltou para a cidade que a desprezou prometendo vingança a todos.

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE

No dia 7 de maio de 2008, estreava o programa Manos e Minas (Cultura).

Apresentado por Roberta Estrela D’Alva, o programa levou ao palco o mundo dos jovens da periferia, através de estilos musicais como rap, hip-hop, break, entre outros.

No dia 7 de maio de 2010, estreava o programa Tribunal na TV (Band).

A atração revisitava crimes polêmicos, reconstituídos através de dramaturgia e jornalismo, com base no livro “500 melhores júris que fiz”, de Eduardo César Leite. O saudoso Marcelo Rezende apresentou a primeira temporada; o comando passou, posteriormente, ao ator João Bourbonnais. Veiculado às sextas-feiras, Tribunal na TV, embora tenha estreado bem, não emplacou na audiência.

No dia 7 de maio de 2019, estreava a série Cine Holliúdy (Globo).

A série, que mostrava o cotidiano da cidade de Pitombas e de seu único entretenimento, o Cine Holliúdy, era estrelada por Edmilson Filho, Letícia Colin, Haroldo Guimarães, Matheus Nachtergaele e Heloísa Perissé, entre outros.

No dia 7 de maio de 2020, terminava o programa Fofocalizando (SBT).

Inicialmente chamado de Focalizando, o programa de fofocas que contava com Lívia Andrade, Leão Lobo, Leo Dias, entre outros, saiu do ar para dar lugar ao Triturando. Insatisfeito com a audiência, Silvio voltou com Fofocalizando em fevereiro de 2021, com Chris Flores, Gabriel Cartolano, Flor e Ana Paula Renault.



Leia também