Vida curta: 5 produções reprovadas em testes feitos pela Globo

Vida curta: 5 produções reprovadas em testes feitos pela Globo

Whatsapp

A Globo, não faz lá muito tempo, costumava testar formatos em sua programação de Natal E Réveillon, especialmente de séries. Programas pilotos eram exibidos em dezembro e, se aprovados pela direção, crítica e público, ganhavam espaço cativo na grade do ano todo.

Foi assim que começou a trajetória de êxito de A Diarista (2004), por exemplo; igualmente, também que surgiram “bombas” como Dicas de um Sedutor (2008). O TV História lista abaixo projetos interessantes que, lamentavelmente, ficaram só na intenção.

Confira:

Papo de Anjo

O enredo de Papo de Anjo (2003), de João Falcão, partia das agruras de Bibi (Claudia Jimenez), uma mulher carente e muito atrapalhada, que recebia um auxílio de Deus na ingrata tarefa de encontrar um namorado: o anjo Gabriel (Dan Stulbach).

Eis que, após inúmeras confusões amorosas, o ser celestial se descobre apaixonado por sua protegida. Direção de José Alvarenga Jr; núcleo de Guel Arraes.

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE

Carol & Bernardo

Andrea Beltrão e Eduardo Moscovis

Apontado como sucessor de Os Normais (2001), Carol & Bernardo (2003) – escrito por Bruno Mazzeo e Cláudio Torres Gonzaga – abordava o contraponto da pragmática advogada Carol (Andréa Beltrão) e seu marido, o músico sonhador Bernardo (Eduardo Moscovis).

O primeiro e único episódio, ‘Nosso Dia’, era centrado na promoção dela, enquanto ele penava para pagar as prestações de um sofá.

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE

Quem Vai Ficar com Mário?

Quem Vai Ficar com Mário? ocupou a grade por dois anos consecutivos, 2004 e 2005. O bem-sucedido jornalista Mário (Thiago Lacerda) está à procura do amor de sua vida; nesta busca, se depara com todo tipo de mulher e toda sorte de ameaça – de marido enciumado até ex vingativa.

O projeto, com redação final de Mauro Wilson e Emanuel Jacobina, integrava o núcleo capitaneado pelo saudoso Jorge Fernando.

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE

Os Amadores

Os Amadores ganhou três chances de emplacar: 2005, 2006 e 2007. Com morte clínica declarada no CTI de um hospital, quatro “senhores” na faixa dos 40 anos decidem levar a vida “mais leve”.

São eles: Marquinhos (Cássio Gabus Mendes), Jaime (Matheus Nachtergaele), Guilherme (Murilo Benício) e Tadeu (Otávio Muller). Entre dilemas amorosos e familiares, eles precisam reconstruir seus caminhos.

A história deu origem à uma das tramas de Quanto Mais Vida, Melhor, atual novela das sete da Globo, também criada por Mauro Wilson.

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE

Nada Fofa

Nada Fofa, de 2008, partia do trauma de infância da execrável advogada Nádia Wolf (Letícia Spiller). Solitária, ele passa a sofrer alucinações com Pintonildo, um personagem da TV dos seus tempos de criança.

Para afastar esse “fantasma”, Nádia muda de postura, passando a ser “mais legalzinha”. Só que o boneco não vai embora…

Texto de Alexandre Machado e Fernanda Young; núcleo de Jorge Fernando.

Whatsapp


Leia também