Nova regra: 5 novelas que ganharam mais chances de voltar na Globo - TV História

Nova regra: 5 novelas que ganharam mais chances de voltar na Globo

Whatsapp

Nesta quarta (24), a Globo anunciou que em 6 de dezembro estreará um novo horário de reprises de novelas. O Cravo e a Rosa (2000) terá uma edição especial a partir desta data, de segunda a sexta, após o Jornal Hoje.

Adriana Esteves e Eduardo Moscovis em O Cravo e a Rosa

Com isso, a emissora fez uma mudança na forma de escolher as novelas do Vale a Pena Ver de Novo. De acordo com o comunicado, serão privilegiadas somente novelas das nove – vale lembrar que produções como Êta Mundo Bom! e Ti-Ti-Ti foram exibidas recentemente.

Com isso, crescem a chance de algumas tramas reaparecerem na tela da Globo nas próximas vagas.

Confira cinco exemplos abaixo:

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE

América (2005)

Exibida entre 14 de março e 5 de novembro de 2005, em 203 capítulos, América começou mal e era diariamente massacrada pelo público e crítica. Mas Glória Perez conseguiu se recuperar e colocar a trama no eixo, garantindo audiência na reta final.

Além disso, o romance em Júnior (Bruno Gagliasso) e Zeca (Erom Cordeiro) ficou entre os temas mais falados do Brasil naquela época, o que provavelmente se repetiria na atualidade.

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE

Páginas da Vida (2006)

Exibida entre 10 de julho de 2006 e 3 de março de 2007, Páginas da Vida foi a última novela de sucesso de Manoel Carlos, que derrapou nas duas tramas seguintes. Mesmo sem repetir os estrondos de Laços de Família e Mulheres Apaixonadas, o público acompanhou as histórias de Helena (Regina Duarte), Nanda (Fernanda Vasconcellos) e Marta (Lília Cabral), o grande destaque da produção.

Foi a última participação de Ana Paula Arósio em novelas das oito da Globo – ela estaria em Insensato Coração, mas deixou o canal. A trama acabou de estrear no Viva, mas nada impede que seja reapresentada pela Globo em breve – vide o que aconteceu com O Clone.

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE

A Favorita (2008)

Eternamente cotada para o Vale a Pena Ver de Novo, a trama marcou a entrada de João Emanuel Carneiro para o seleto grupo da faixa das nove da Globo. A audiência não foi boa no início, mas engrenou a partir da revelação de que Flora (Patrícia Pillar) era a assassina da história. Também contra a presença de Tarcísio Meira, como Copola, personagem de grande destaque.

Pesam contra as cenas de violência, que teriam que ser adequadas à faixa do VPVDN. A Favorita voltou aos holofotes quando estreou no Globoplay, em maio do ano passado.

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE

Passione (2010)

Mais uma trama do horário das nove que abordou temas complicados, como vício em drogas, exploração sexual e pedofilia, entre outros. Depois de um início decepcionante em termos de audiência, acabou crescendo a partir do assassinato do vilão Saulo (Werner Schünemann).

Último trabalho de Cleyde Yáconis na televisão e destaque para nomes como Mariana Ximenes (Clara) e Irene Ravache (Clô Souza e Silva).

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE

Amor à Vida (2013)

Antônio Fagundes e Vanessa Giácomo em Amor à Vida

Primeira novela de Walcyr Carrasco no principal horário de teledramaturgia da emissora, ficou marcada pelo personagem Félix, vivido por Mateus Solano, que fez grande sucesso entre o público, passando de vilão odioso à redenção no final. Ainda teve o primeiro beijo gay da história das novelas da Globo. Foi bem no Ibope e teve boa repercussão.

Muita gente esperava a reprise da novela na faixa das nove, ao invés de A Força do Querer e Império, por exemplo, mas quem sabe a trama pinte no Vale a Pena Ver de Novo. Isso só deverá acontecer, no entanto, após o término de O Cravo e a Rosa, para não ter uma overdose de tramas de Carrasco no vídeo.

Whatsapp


Leia também