22 de outubro na história da TV: em 2012, Salve Jorge estreava na Globo - TV História

22 de outubro na história da TV: em 2012, Salve Jorge estreava na Globo

Whatsapp

No dia 22 de outubro de 1965, estreava a novela O Pecado de Cada Um (Tupi).

Wanda Kosmo respondia pelo texto e pela direção desta trama, na qual também atuava (como Ester). Exibida às 19h, O Pecado de Cada Um debatia os conflitos de dois irmãos: o boa-praça Daniel (Francisco Cuoco) abria mãe da cadeirante Virgínia (Patrícia Mayo) em favor do caçula Fernando (Luís Gustavo), egoísta e irresponsável.

No dia 22 de outubro de 1977, terminava a novela Um Sol Maior (Tupi).

Mário D’Angelo (Rodolfo Mayer) assume a identidade do amigo Giácomo Nerone, morto com uma picada de cobra, para desfrutar de sua fortuna. Anos depois, seu filho músico, também Mário (Zanoni Ferrite), volta à fazenda do pai justamente no momento em que o falso Giácomo começa a ser investigado. Boa trama de Teixeira Filho.

No dia 22 de outubro de 1981, terminava a série Plantão de Polícia (Globo).

Os dilemas de Waldomiro Pena (Hugo Carvana), jornalista emocionalmente envolvido com as notícias relacionadas ao mundo do crime, enfrentando a hostilidade do chefe Serra (Marcos Paulo) e a inexperiência da colega Bebel (Denise Bandeira). Aguinaldo Silva, um dos autores, levou para a telinha suas experiências como repórter.

No dia 22 de outubro de 1994, terminava a novela 74.5 – Uma Onda no Ar (Manchete).

Produção independente, 74.5 – Uma Onda no Ar narrava os acontecimentos da paradisíaca Pedra da Lua. O radialista Álvaro (Cecil Thiré) recebia a neta Luiza (Letícia Sabatella), recém-separada de Caíque (Raul Gazolla); a moça não demorava a se envolver com Miguel (Ângelo Antônio), sua antiga paixão.

No dia 22 de outubro de 2000, terminava o programa Em Nome do Amor (SBT).

Admirados secretos assumindo suas paixões e homens e mulheres circulando pelo palco à procura de um relacionamento sério. Assim era o Em Nome do Amor, uma das atrações de maior audiência do Programa Silvio Santos. Ainda, homenagens a nomes como Dercy Gonçalves, Jô Soares, Roberto Carlos e Ronald Golias.

No dia 22 de outubro de 2005, terminava a novela Essas Mulheres (Record).

Marcílio Moraes e Rosane Lima responderam pela adaptação de três romances de José de Alencar, muito bem urdidos nesta que é uma das mais belas produções da Record. Os conflitos partiam de Aurélia (Christine Fernandes), a ‘Senhora’ que compra o marido; Lúcia / Maria da Glória (Carla Regina), cortesão do livro ‘Lucíola’; e Mila (Miriam Freeland), contestadora tratada com louca pela mãe repressora, de ‘Diva’.

No dia 22 de outubro de 2012, estreava a novela Salve Jorge (Globo).

A abordagem do tráfico humano foi prejudicada por deslizes na trama policial, apesar dos bons desempenhos de Nanda Costa (a traficada Morena), Giovanna Antonelli (a delegada Helô) e Totia Meirelles (a bandida Wanda). O vai-e-vem de personagens entre o Rio de Janeiro e Turquia cansou, bem com o excesso de atores desperdiçados.

No dia 22 de outubro de 2016, estreava o programa Duelo de Mães (SBT).

No dia 22 de outubro de 2016, estreava o programa Zero1 (Globo).

Whatsapp


Leia também