17 de maio na história da TV: em 2013, Salve Jorge terminava na Globo - TV História

17 de maio na história da TV: em 2013, Salve Jorge terminava na Globo

Whatsapp

Confira os principais fatos que aconteceram no dia 17 de maio na história da televisão brasileira:

No dia 17 de maio de 1965, estreava a novela Olhos que Amei (Tupi).

Escrita por Eurico Silva e baseada na ideia original de Hilda Morales, contou no elenco com Hélio Souto, Laura Cardoso, Laura Cardoso, Lima Duarte, entre outros.

No dia 17 de maio de 1984, terminava a minissérie Anarquistas, Graças a Deus (Globo).

Baseada no romance autobiográfico de Zélia Gattai, a minissérie contou no elenco com Débora Duarte, Ney Latorraca, Marcos Frota, Daniele Rodrigues, Afonso Nigro, Christiane Tricerri, entre outros.

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE

No dia 17 de maio de 1985, estreava a série Armação Ilimitada (Globo).

A série trazia Kadu Moliterno e André de Biase na pele de Juba e Lula, jovens que se envolviam em diversas aventuras na cidade do Rio de Janeiro. Os dois dividiam a namorada, a jornalista Zelda Scott (Andréa Beltrão), e a “paternidade” do menino Bacana (Jonas Torres). De linguagem visual e edição inovadoras, Armação Ilimitada marcou época nos anos 80.

No dia 17 de maio de 1991, terminava a novela Meu Bem, Meu Mal (Globo).

Em sua segunda e última incursão às 20h, Cassiano Gabus Mendes apresentou esta trama sofisticada, que se sustentava com clichês do gênero: o boa-praça contratado para seduzir a filha de uma milionária – Doca (Cássio Gabus Mendes); a executiva que diz odiar o sócio, mas se deita com ele – Isadora (Sílvia Pfeifer) e Ricardo (José Mayer).

No dia 17 de maio de 1991, terminava a minissérie Meu Marido (Globo).

A minissérie mostrava a busca de Maria (Elizabeth Savala), que lutava para tirar o seu marido Carlos Zanata (Nuno Leal Maia) da cadeia, após ser preso em flagrante pela polícia com cocaína em seu carro.

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE

No dia 17 de maio de 1994, estreava a minissérie Memorial de Maria Moura (Globo).

Escrita por Jorge Furtado e Carlos Gerbase e baseada na obra de Rachel de Queiroz, a história conta a saga de Maria Moura (Glória Pires), que lutou contra a submissão da mulher na sociedade patriarcal do século 19. Kadu Moliterno, Jackson Antunes, Cristiana Oliveira, Sebastião Vasconcellos, entre outros, fizeram parte do elenco da minissérie.

No dia 17 de maio de 2010, estreava a novela Passione (Globo).

Obra de Sílvio de Abreu, cujo enredo se desenvolvia entre o Brasil e a Itália. Retratou a busca da milionária Bete Gouveia (Fernanda Montenegro) pelo filho desaparecido, Totó (Tony Ramos) e o desejo dos vilões Fred (Reynaldo Gianecchini) e Clara (Mariana Ximenes) de tomar a herança do produtor agrícola. Também no elenco Aracy Balabanian, Francisco Cuoco, Irene Ravache, Rodrigo Lombardi e Vera Holtz.

No dia 17 de maio de 2013, terminava a novela Salve Jorge (Globo).

A abordagem do tráfico humano foi prejudicada por deslizes na trama policial, apesar dos bons desempenhos de Nanda Costa (a traficada Morena), Giovanna Antonelli (a delegada Helô) e Totia Meirelles (a bandida Wanda). O vai-e-vem de personagens entre o Rio de Janeiro e a Turquia cansou, bem como o excesso de atores desperdiçados.

No dia 17 de maio de 2016, estreava o programa Bate e Volta (Band).

O programa colocava dentro do carro dois convidados, que batiam um papo enquanto o veículo estava em movimento. José Luiz Datena e Luciana Gimenez, Dudu Nobre e Ellen Jabour, Neto e Sônia Abrão, entre outros, participaram desse “talk show” diferente. A atração teve apenas uma temporada.

No dia 17 de maio de 2017, terminava a novela O Sétimo Guardião (Globo).

Novela de Aguinaldo Silva, a história de realismo fantástico que teve como protagonistas Bruno Gagliasso e Marina Ruy Barbosa não foi bem na audiência e teve algumas polêmicas, como o processo que o autor recebeu de um ex-aluno reivindicando a coautoria da trama, a morte de um figurante e um suposto caso extraconjugal do ator José Loreto. Foi o último trabalho de Aguinaldo na Globo.



Leia também