14 de junho na história da TV: em 1983, Xuxa estreava na Manchete - TV História

14 de junho na história da TV: em 1983, Xuxa estreava na Manchete

Whatsapp

Confira os principais fatos que aconteceram no dia 14 de junho na história da televisão brasileira:

No dia 14 de junho de 1971, estreava a novela O Homem que Deve Morrer (Globo)

Novela escrita por Janete Clair, sofreu na mão da Censura Federal. O protagonista, Ciro Valdez, deveria sugerir a alegoria da vida de Cristo em sua passagem pela Terra. O tema foi considerado impróprio e acabou totalmente censurado. Faziam parte do elenco Tarcísio Meira, Glória Menezes, Zilka Salaberry, Macedo Neto e Dina Sfat, entre outros.

Saiba mais: Há 50 anos, Tarcísio Meira seria Jesus em novela da Globo, mas acabou virando ET

No dia 14 de junho de 1977, estreava a novela Espelho Mágico (Globo)

A trama de Lauro César Muniz, exibida no horário das oito, fazia uso da metalinguagem, misturando ficção e realidade para mostrar o universo da televisão, do teatro e do cinema. No elenco, nomes como Tarcísio Meira, Glória Menezes, Juca de Oliveira, Lima Duarte, Yoná Magalhães, entre outros. Foi a primeira novela de Tony Ramos e Vera Fischer na Globo. Como a história era complexa, a novela enfrentou alguns problemas de audiência.

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE

 

No dia 14 de junho de 1983, estreava o programa infantil Clube da Criança (TV Manchete)

Programa infantil de sucesso da Manchete que lançou a modelo Xuxa Meneghel como apresentadora infantil. Após a ida de Xuxa para a Globo, Angélica ficou no comando da atração. O infantil teve mais três apresentadoras: Mylla Christie, Pat Beijo e Debby Lagranha.

Saiba mais: 22 anos sem TV Manchete: relembre 10 programas que deixaram saudade

No dia 14 de junho de 1986, estreava a novela Novo Amor (TV Manchete)

Novela escrita por Manoel Carlos, a trama girava em torno do triangulo amoroso que envolvia o comissário Bruno (Nuno Leal Maia), a estilista Fernanda (Renée de Vielmond) e o senador Marco Antônio (Carlos Alberto), que é casado com Lígia (Nathália Thimberg).

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE

No dia 14 de junho de 1989, terminava o programa Quem Sabe, Sabe (TV Cultura)

Programa inicialmente apresentado por Walmor Chagas, era um game show colocava dois times em competição respondendo diversas perguntas de múltipla escolha. Posteriormente, Randal Juliano comandou a atração por muitos anos.

No dia 14 de junho de 1996, terminava a novela O Fim do Mundo (Globo)

Com apenas 35 capítulos, O Fim do Mundo foi usada para tapar buraco: Explode Coração estava no ar e a Globo não conseguiu iniciar a produção de O Rei do Gado a tempo. Normalmente, nestas situações, a trama que está no ar é esticada, mas Glória Perez já havia combinado com a emissora que seria liberada para o julgamento do assassinato de sua filha, Daniela Perez. A solução foi pegar O Fim do Mundo, que seria uma minissérie do horário das 22h30, e colocar no principal horário de teledramaturgia do canal. Escrita por Dias Gomes, teve em seu elenco Paulo Betti, José Wilker, Bruna Lombardi, Lima Duarte, Vera Holtz e Ângela Vieira, entre outros.

Saiba mais: Tapa-buraco, menor novela das oito da história da Globo terminava há 25 anos

No dia 14 de junho de 2002, terminava a novela O Clone (Globo)

Gloria Perez uniu clonagem, islamismo e drogas e fez de O Clone um êxito! Destaque para Giovanna Antonelli, a protagonista Jade, dividida entre o amor por Lucas (Murilo Benício) e o casamento, como mandava a tradição, com Said (Dalton Vigh). Ainda, a toxicômana Mel (Débora Falabella excelente), filha de Lucas, o bar de dona Jura (Solange Couto) e os inúmeros bordões.

Saiba mais: Ator esfaqueado, epidemia de dengue e mais: o outro lado de O Clone, que terminava em 2002

No dia 14 de junho de 2015, estreava o programa Acelerados (SBT)

Programa apresentado pelo ex-piloto Rubens Barrichello, a atração mostrava os principais lançamentos do setor automobilístico e as curiosidades sobre as corridas de carro e a carreira de Barrichello.



Leia também