11 personagens de Eva Wilma revividas por outras atrizes em remakes na televisão - TV História

11 personagens de Eva Wilma revividas por outras atrizes em remakes na televisão

Whatsapp

Continuo rendendo homenagens à querida Eva Wilma, que faleceu no último domingo, dia 16. Olha um dado curioso: Vivinha foi a atriz que mais remakes teve na TV brasileira! Ou: a atriz que mais vezes teve personagens revividas por outras atrizes em remakes de novelas ou programas em que atuou. Vamos contar? Siga a ordem cronológica.

1 – Baby Garroux em O Meu Pé de Laranja Lima (1980-1981)

Jandira era uma das principais personagens da novela adaptada do famoso romance de José Mauro de Vasconcelos, pela primeira vez levado à TV em 1970, pela Tupi, com roteiro de Ivani Ribeiro. A personagem era a austera irmã mais velha do menino Zezé (Haroldo Botta), o protagonista. Em 1980, a TV Bandeirantes fez um remake da produção da Tupi, com Baby Garroux no papel de Jandira.

2 – Christiane Torloni em A Gata Comeu (1985)

Jô Penteado na pele de Torloni tinha o apelido de Lucrécia Bórgia. Na versão original da trama, de 1974, da TV Tupi, Jô era conhecida como A Barba Azul, que dava nome à novela. Mudou o título da produção, mas a personagem era exatamente a mesma. Sucesso nas duas vezes em que foi produzida.

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE


3 – Maria Zilda em Hipertensão (1986-1987)

Na trama da novela, Gabriela era uma atriz de teatro mambembe, órfã que nunca conheceu seu pai. Três simpáticos velhinhos disputavam a paternidade da moça. Daí o nome Nossa Filha Gabriela. Quando Ivani Ribeiro transpôs a história para a Globo, mudou o título (Hipertensão) e mudou o nome da personagem, de Gabriela para Carina, desta vez na pele de Maria Zilda. Mas a trama central era a mesma.

4 – Virgínia Novick em Alô Doçura (1990)

Um dos programas de maior sucesso dos primórdios da TV no Brasil. Alô Doçura foi ao ar pela TV Tupi de 1953 a 1964, com Eva Wilma e John Herbert vivendo casais (sem personagens fixos) em esquetes diários. O SBT teve a ideia de relançar o seriado em 1990, com Virgínia Novick e César Filho. Não ficou nem um ano no ar.

5 – Glória Pires em Mulheres de Areia (1993)

Sucesso na TV Tupi nos anos 1970, com Eva Wilma como as gêmeas Ruth e Raquel, e sucesso na Globo nos 1990, com Glória Pires revivendo as gêmeas. Duas personagens multiplicadas por duas, porque além da Ruth e da Raquel, havia a Ruth imitando a Rachel e a Rachel imitando a Ruth. Oito personagens se considerarmos as duas atrizes: quatro Ruths e quatro Raqueis!

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE

6 – Christiane Torloni em A Viagem (1994)

Torloni pela segunda vez encarnou uma personagem já vivida por Vivinha. A novela original de Ivani Ribeiro foi ao ar pela TV Tupi entre 1975 e 1976. Após o grande sucesso de Mulheres de Areia na Globo (em 1993), a emissora resolveu apostar em um novo remake da autora e acertou em cheio: A Viagem fez também um enorme sucesso.

7 – Flavia Pucci em Meu Pé de Laranja Lima (1998-1999)

Nova versão do romance infantojuvenil de José Mauro de Vasconcelos, novamente pela TV Bandeirantes (agora simplesmente Band). Porém, outra roteirista: Ana Maria Moretzsohn (as versões anteriores eram de Ivani Ribeiro). Coube a Flavia Pucci reviver Jandira, personagem do livro já vivida por Eva Wilma em 1970 e Baby Garroux em 1980.

8 – Guilhermina Guinle em O Direito de Nascer (2001)

A primeira versão de O Direito de Nascer foi ao ar pela TV Tupi em 1965, com Nathalia Timberg como a protagonista Maria Helena. O texto original é do cubano Félix Caignet e já ganhou várias versões na América Latina. Em 1983, o SBT exibiu a versão mexicana, da Televisa, com Verónica Castro. Em 1978, a Tupi produziu uma nova versão, com Eva Wilma como Maria Helena. Em 2001, o SBT fez outra versão, com Guilhermina Guinle como a protagonista.

9 – Ana Paula Arósio em Ciranda de Pedra (2006)

Laura, do romance Ciranda de Pedra, de Lygia Fagundes Telles, foi uma das melhores interpretações de Eva Wilma na TV. A novela é de 1981, adaptada por Teixeira Filho (completou nesta semana 40 anos de estreia). Em 2008, a Globo levou ao ar uma nova produção, adaptada por Alcides Nogueira, com Ana Paula Arósio como a protagonista.

10 – Christiane Torloni em Ti-Ti-Ti (2010-2011)

Torloni é a campeã das atrizes que reviveram Vivinha na televisão. Em Ti-ti-ti (de 2010) foi a terceira vez. Rebeca foi originalmente criada por Cassiano Gabus Mendes em 1980, para a novela Plumas e Paetês (a estreia de Eva Wilma na Globo). Ao remake de Ti-ti-ti (novela de Cassiano originalmente produzida em 1985-1986), a roteirista Maria Adelaide Amaral somou tramas de Plumas e Paetês, inclusive o núcleo de Rebeca.

11 – Carolina Ferraz em Haja Coração (2016)

Haja Coração, de Daniel Ortiz, foi um remake “disfarçado” da novela Sassaricando (mas sem o mesmo brilho), de Silvio de Abreu, levada ao ar entre 1987 e 1988. Coube a Carolina Ferraz reviver Penélope, personagem que Eva Wilma interpretou em Sassaricando.



Leia também